Nissan Micra N-Sport – Ensaio Teste

By on 11 Maio, 2020

Nissan Micra N-Sport

Texto: José Manuel Costa ([email protected])

Divertido

Quando surgiu confesso que pensei ser uma antevisão de um Micra Nismo, mas a convulsão do mercado e as dificuldades da Nissan, atiraram pela janela o possível desenvolvimento rumo a uma versão Nismo, ficando o Micra com este N-Sport com motor de 117 CV. Não é a primeira vez que o Micra tem uma variante assim e recuando no tempo lembro o Micra SuperS dos anos 80 e 90 com motor 1.3 litros (o MA12S) com 70 CV, o muito exclusivo Micra Super Turbo, das quais foram feitas 10 mil unidades, com 110 CV (só para o Japão) e do Super S da segunda geração, com motor de 80 CV. Depois lá se fez luz e recordei o Micra 160 SR, com motor 1.6 litros e 110 CV, lançado em 2005, ou seja, há 15 anos. Ou seja, este é o Micra mais potente. Se calhar até é divertido!

Conheça todas as versões e motorizações AQUI.


Mais:

Estilo agressivo, Comportamento, Simplicidade      

Menos:

Motor com pouca chama, habitabilidade traseira

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Motor
Balanço final
Ficha técnica

Exterior

Pontuação 7/10

Na minha opinião, o Micra é um dos carros mais bem desenhados do segmento e nesta versão N-Sport, com as jantes de liga leve de 17 polegadas que preenchem, totalmente, as cavas das rodas, o carro fica muito “raçudo” e atraente. Em branco e com jantes negras, até parece um carro de corridas.

Interior

Pontuação 7/10

A aplicação de Alcantara no tabliê e o sistema de info entretenimento, fazem a diferença no Micra. Mas há mais… a Nissan soube escutar os seus clientes e os vidros traseiros têm acionamento elétrico (sim, o Micra nunca teve vidros elétricos atrás), apoio de braços central e o Nissan Safety Sense tem vindo a ser atualizado, sendo de série. Tudo o resto ficou na mesma, incluindo o facto do banco traseiro do Micra continuar a ser um pouco acanhado, com uma bagageira de 300 litros expansível a 1004 litros.

Equipamento

Pontuação 6/10  

De série, o Micra N-Sport oferece assistente de arranque em subida, sensor de luz e chuva, limitador de velocidade e cruise control, sistema de anti-colisão, ar condicionado automático, vidros elétricos nas quatro portas, banco do condutor com regulação em altura, estofos em pele/alcantara, volante multifunções, jantes de liga leve de 17 polegadas, faróis de nevoeiro, pacote exterior Carbon Look, suspensão rebaixada e ponteira de escape em cromado. O Nissan Connect é de série, o ecrã central é de 7 polegadas, câmara de visão traseira, sensores de estacionamento traseiro, chave inteligente acesso e arranque mãos livres, controlo inteligente do chassis, Bluetooth, entre outras coisas. Depois, pode deitar mão à longa lista de opcionais e de personalização, que deverá consultar no configurador da marca em www.nissan.pt.

Consumos

Pontuação 5/10

Os quase seis litros que a Nissan homologou como consumo para o Micra N-Sport, não são possíveis de ser alcançados, até porque o carro tem um bom comportamento e leva-nos a carregar no pedal do lado direito. Mesmo assim, a média final do ensaio ficou-se pelos 7,3 l/100 km. Podia ser melhor e acredito que com algum cuidado poderá ficar abaixo do 7 litros de gasolina por cada centena de quilómetros.

Ao volante

Pontuação 7/10

Os 10 mm a menos na altura ao solo oferecem benefícios no estilo, mas, sobretudo, um melhor comportamento devido às molas e amortecedores mais duros que controlam melhor os movimentos da carroçaria. A nova caixa de direção, mais rápida, oferece-nos uma sensação de maior agilidade. O que resulta de tudo isto? Um carro que não tendo a capacidade do Ford Fiesta ST-Line no que toca á dinâmica, é a eficaz em curva sacrificando, de forma aceitável, uma das características que gosto no Micra, o conforto. A diversão ao volante é totalmente diferente com estas suspensões.

Concorrentes

Peugeot 208 1199 c.c. turbo a gasolina; 100 CV; 205 Nm; 0-100 km/h em 11,2 seg,; 180 km/h; 5,5 l/100 km, 126 gr/km de CO2; 20.270 euros

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

 

Renault Clio RS Line 999 c.c. turbo a gasolina; 100 CV; 160 Nm; 0-100 km/h em 11,8 seg,; 187 km/h; 5,2 l/100 km, 117 gr/km de CO2; 20.050 euros

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

Motor

Pontuação 8/10

A Nissan atirou pela janela o bloco 0.9 litros e fez entrar pela porta o 1.0 litros, igualmente com três cilindros, mas tecnologia mais moderna, soluções avançadas para melhorar a fiabilidade, arrumação no compartimento do motor e performances e 117 CV com 180 Nm de binário. O que mudou? A cilindrada, a eletrónica, a maior taxa de compressão e a variação do tempo de abertura das válvulas na admissão e no escape. Com 117 CV, o Micra N-Sport pode encher o peito de ar e olhar, olhos nos olhos, os seus principais rivais: Seat Ibiza FR e o temido Ford Fiesta ST-Line. Quer dizer, olhando para a folha de especificações, o Micra N-Sport já não fica assim tão bem, pois as performances não são deslumbrantes (9,9 segundos dos 0-100 km/h), mas o motor mostra-se refinado (mais que a versão de 100 CV, de forma completamente inesperada…), consegue ter bons momentos nos regimes intermédios e quando puxamos tudo dele, não se nega apesar das evidentes limitações. Face ao bloco 0.9 litros, este motor responde muito melhor ao acelerador. Mas fica a faltar um pouco mais de chama para ser considerado um verdadeiro desportivo.

Balanço final

Pontuação 6/10

O Nissan Micra N-Sport tenta, mas não consegue ser desportivo de bolso, no limite, é um Micra espigado. Custava 20.890 euros, mas com o preço promocional, fica nuns muito interessantes e sedutores 17.790 euros. Assim e com um equipamento de série completo, torna-se um carro muito apetecível neste período e vacas magras: é divertido, tem muito bom aspeto e está bem equipado. Com este preço e as suas qualidades, o Micra N-Sport é um utilitário altamente recomendável.

Ficha técnica

Motor

Motor: 3 cilindros em linha, injeção direta, turbo

Cilindrada (cm3): 999

Diâmetro x curso (mm): 81,3 x 72,2;

Taxa compressão: 11,0

Potência máxima (cv/rpm): 117/5250

Binário máximo (Nm/rpm): 180 (200 com overboost)/1750 – 4000

Transmissão e direção: Tração dianteira, caixa manual de 6 vel.

Direção: direção de pinhão e cremalheira, com assistência elétrica;

Suspensão (fr/tr): Independente McPherson/Eixo de torção

Travões (fr/tr.): Discos/Tambores

Prestações e consumos

Aceleração 0-100 km/h (s): 9,9

Velocidade máxima (km/h): 195

Consumos Extra-urb./urbano/misto (l/100 km): 5,9

Emissões de CO2 (g/km) 133

Dimensões e pesos

Comp./largura/altura (mm): 3999/1743/1439

Distância entre eixos (mm); 2525

Largura de vias (fr/tr); 1515/1520

Peso (kg): 1095

Capacidade da bagageira (l): 300

Depósito de combustível (l): 41

Pneus (fr/tr) 205/45 R17

Preço da versão ensaiada inclui campanha.

Preço da versão ensaiada (Euros): 17790€
Preço da versão base (Euros): 20890€