Volkswagen Golf Alltrack 2.0 TDI – Ensaio

By on 13 Junho, 2017

Texto: André Duarte

Veia aventureira

Quando lemos Alltrack, percebemos que estamos perante um modelo que facilmente pode satisfazer os gostos de toda a família. Do passeio de fim de semana ao ‘apontamento’ fora de estrada, tudo é permitido. Uma proposta que reúne consensos na utilização… e no prazer ao volante.

Há modelos pretensamente vocacionados para um tipo de utilização. Depois há modelos que têm um espírito camaleónico que permitem uma heterogeneidade sensibilizadora e que acabam por fazer todo o sentido em contextos bem diferentes. É exatamente essa a impressão que fica do novo Golf Alltrack 2.0 TDI da Volkswagen.

Visual robusto

Pela frente encaramos um modelo que transmite de imediato um laivo de aventura e despreocupação na sua abordagem, fruto da aura off road garantida pela maior altura ao solo (+20 mm ); proteções e pára-choques dianteiro e traseiro com desenho específico da versão; grelha do radiador em preto com uma barra cromada mate; guarda-lamas, em preto, alargados; retrovisores exteriores em cinza reflex; jantes em liga leve Valley de 17 polegadas; logótipo Alltrack e barras de tejadilho em prata.

Um conjunto que vê assim adensada a sua personalidade natural, adquirindo um charme muito próprio, sem perder qualquer traço de identidade. Um exterior que ostenta argumentos para seduzir toda a família. Mas há mais…

No interior encontramos um habitáculo sóbrio, em que se destacam as inserções decorativas no painel de bordo e na consola central em preto Polar Night e as inserções exclusivas New Brushed dark metal nas portas e por cima do porta-luvas, com os pedais em alumínio a darem o toque final ao interior. Para que nada fique para trás, os 605 litros de capacidade da bagageira oferecem certamente espaço para todas as necessidades. Ainda sem darmos à chave, já a pertinência da proposta se faz sentir.

Performances de nota

Já com o bloco 2.0 TDI a funcionar, é altura de irmos perceber o que são na realidade os 184 cv entregues às quatro rodas por via da tração 4MOTION e mediados pela caixa automática DSG de 6 velocidades. Para nada ser deixado ao acaso, selecionamos o Driving Mode Selection no ecrã tátil de 8” ou 9,2” (mediante a opção) na consola central no modo Sport – há também o Eco; Comfort; Normal; Individual e Off Road.

Não é preciso muito para descobrirmos a sua alma. Após alguns quilómetros já a felicidade é nota dominante e os seus 4567 mm de comprimento facilmente colocados em segundo plano, com o Golf Alltrack a galgar quilómetros, ‘in track’, com grande à vontade e proporcionando sempre uma boa dose de conforto e comodidade.

O sistema de tração integral é eficaz e, com as ajudas electrónicas a jogarem a nosso favor, permite-nos abusar sempre com uma grande margem de segurança, enquanto a caixa DSG trabalha em pleno. Por vezes sente-se, no modo Sport, alguma brusca prontidão, nada que, no entanto, lasque as suas prestações. As patilhas de volante revelam-se também uma boa opção para potenciar ainda mais o prazer da condução, garantindo passagens a rigor.

Dadas as performances que este modelo nos permite, é muito fácil entrarmos em registos que certamente não seriam do agrado de toda a família, em caso de com ela viajarmos. Aí, basta selecionarmos o Comfort, reduzirmos a toada e desfrutarmos da viagem com maior contenção no acelerador, continuando esta a ser sempre agradável.

Quando aos consumos, um dado sempre importante, conseguem-se cifrar na casa dos 6,3 l/100 km/h numa condução dentro da legalidade e ponderada, mas facilmente galgam a barreira dos 7l, podendo ir até aos 8l, se formos muito emotivos ao volante.

Génese Off Road

Fazendo jus ao conceito Alltrack, o Golf surge com o modo Off Road, naturalmente vocacionado para os trilhos fora de estrada. Através deste programa o condutor passa a ter ao dispor um ABS otimizado para a condução fora de estrada; um assistente ao arranque em terrenos difíceis; características específicas do pedal do acelerador e um programa eletrónico de estabilidade especialmente adaptado a esta vertente de condução. A isto junta-se o Hill Start Assist que evita que o automóvel role para trás quando arranca em subidas, dentro dos limites do sistema, e previne a paragem do motor. Também apoia nas descidas, reduzindo as rotações do motor e intervindo na travagem, mantendo assim o automóvel a uma velocidade baixa e constante.

Munido de todo esta tecnologia, o Golf Alltrack encara percursos fora de estrada com algumas perturbações sem quaisquer problemas, rolando sem que o conforto saia penalizado, mesmo na casa dos 100/110 km/h, o que gera um grande agrado e surpresa, pela forma como a suspensão absorve as irregularidades e subtrai qualquer hipótese ao corpo de experienciar desconforto. A tração está sempre disponível e mostra-se adequada às necessidades, proporcionando interessantes momentos de condução num regime diferente do experienciado quotidianamente em asfalto.

Equipamento a rigor

Já no capítulo tecnológico, de série conta com os serviços Car-Net Guide & Inform em combinação com os sistemas de Infotainment Discover Media e Discover Pro. Desta forma pode-se aceder a informações em tempo real através da utilização de dados da Internet. Pode-se também aceder a imagens de satélite e a fotografias pormenorizadas do Google Earth, bem como a fotografias panorâmicas em 360° do Google Street View.

Também em matéria de assistência à condução, entre ofertas de série e opcionais, a gama é alargada: assistente de reboque; monitorizador de ângulo morto; cruise control adaptativo; sistema de monitorização do trânsito circundante com função de travagem de emergência e deteção de peões; assistente de congestionamento e o sistema de assistência de emergência.

Em suma, este é um modelo completo que permite um rol de utilizações variado, sem desiludir em circunstância alguma, com um poder de tração e de entrega de potência que inegavelmente satisfazem e nos avivam o ânimo em momentos de maior monotonia. Por outro lado, garante espaço e conforto para convencer toda a família da legitimidade da opção… mesmo que estejamos a pensar mais no prazer de condução. Uma coisa é certa, ninguém irá sair defraudado com este exemplar Alltrack.

Mais: Conforto; Estabilidade; Potência; Desempenho fora de estrada
Menos: Preço

Ficha técnica

Motor 4 cil. em linha, injeção direta, turbo, geometria variável, intercooler 1968 cc
Potência 184 cv/3500-4000 rpm
Binário 380 Nm/1750-3250 rpm
Transmissão integral, caixa auto DSG de 6 vel.
Suspensão independete tipo McPherson com molas helicoidais à frente e multibraços atrás
Travagem DV/D
Peso 1576 kg
Mala 605l
Depósito 55l
Vel. Máx. 219 km/h
Aceleração 0 aos 100 km/h 7,8s
Consumo médio 5,2 l/100 km
Consumo médio AutoSport 6,3 l/100 km
Emissões CO2 137 g/km