Opel Astra GSe 1.6T PHEV 225cv – Ensaio Teste

By on 2 Dezembro, 2023

O Opel Astra GSe é um híbrido plug-in potente com um chassis mais desportivo, um carro que não é um ‘hot hatch’ como por exemplo o Ford Focus ST, mas os 225 cv chegam e sobram em termos de diversão de condução, com a vantagem que também tem bons argumento para ser um carro económico.
A sigla GSe vem de longe na Opel e todos sabem que significa desportivos. A Opel reavivou o conceito GSe como uma nova submarca topo de gama, antes a abreviatura significava Grand Sport Einspritzung (Grand Sport Injection), mas agora é ‘Grand Sport Electric’. Bem ‘jogado’ pela Opel.
O carro tem um chassis exclusivo GSe, com baixa distância ao solo, direção com calibração específica, suspensão exclusiva, amortecedores específicos, Koni FSD (Frequency Selective Damping), e uma direção ‘sport’, jantes de liga leve de 18 polegadas e bancos dianteiros GSe exclusivos, certificados pela AGR. Como seria de esperar, o carro é uma delícia de guiar, mas é um pouco pesado.
Ainda assim, permite boa diversão, pois o motor tem potência de sobra para isso, e muito mais….

Exterior

8/10

Como se pode calcular, em termos estéticos o carro é bem mais ‘agressivo’ que o Astra normal.
A frente é bem mais desportiva, o para-choques é bem diferente, e esta versão de carro branco com jantes pretas fica lindíssimo. Dispensava o teto preto, mas isso são detalhes e gostos. As jantes de 18 polegadas com acabamento brilhante/preto do Astra GSe, dão um aspeto ainda mais agressivo ao carro. Seja como for as diferenças estéticas em relação ao resto do Astra ‘normal’ não são extensas, pois a versão original já é apelativa q.b.

Interior

8/10

No interior, destaco os bancos desportivos, ‘performance’ como refere a Opel, com acabamento em Alcantara. São exclusivos das versões GSe e têm certificação AGR.
Tudo o resto é o já conhecido do Astra, o habitáculo está bem isolado do ruído exterior, é espaçoso q.b e o sistema de infotainment é intuitivo.

Equipamento

8/10

O carro está bem equipado com um bom portfólio de sistemas de assistência de última geração, e este Astra GSe traz de série o sistema Intelli-Drive 1.0 com alerta de colisão frontal e travagem de emergência ativa, deteção de peões e de sonolência, aviso de saída da faixa de rodagem e assistente de sinais de trânsito, alertas de tráfego transversal e de ângulo morto lateral e ainda o assistente automático de velocidade com função de paragem.
O estacionamento pilotado, dianteiro e traseiro, bem como a câmara de 360 graus Intelli-Vision apoiam o condutor durante as manobras. E os passageiros dos modelos GSe estão também conectados graças ao sistema de navegação e multimédia compatível com Apple CarPlay e Android Auto e que inclui o ecrã tátil a cores, bem como o ecrã de informação do condutor, ambos de 10 polegadas. Os smartphones compatíveis também podem ser facilmente carregados através da função de carregamento sem fios na consola central.

Consumos

8/10

O motor do Astra GSe é eletrificado, tem 225 cv de potência combinada (consumo de combustível de acordo com WLTP1: 1,2-1,1 l/100 km) e um binário de 360 Nm. Curiosamente, apesar de potente, não é muito guloso quando não temos energia na bateria. Se andarmos num ritmo normal, ficaremos pelo 6.6l/100 km, abaixo dos sete se formos um pouco menos cuidadosos.
Em modo elétrico, fiz um pouco mais de 50 Km, com cerca de 20 Km de 2ª circular/IC19 e no final ainda sobraram 37 Km, até fiz mais do que isso porque por acaso andei muito no pára arranca.
O que se faz, depende sempre muito dos percursos, como se sabe. A Opel diz que o carro faz mais de 60 km, não fica longe disso, claramente.
Tendo em conta a sua autonomia elétrica, esta permite que a maioria das pessoas realizem os seus trajetos diários sem recorrer ao motor a gasolina. Tem é que o carregar todos os dias, só assim faz sentido ter um híbrido plug in, se não o pretende carregar muitas vezes perde um dos mais fortes argumentos do carro.

Ao Volante

7/10

O Astra GSe é um carro rápido e ágil, mas como já referi, não é um modelo puramente desportivo, é um pouco pesado, mas guia-se muito bem, o carro é potente o suficiente para andarmos a bom ritmo, e já conhecendo o chassis do Astra ‘normal’, notam-se bem as diferenças neste GSe.
O carro é ágil e eficaz, a direção leve e precisa, a suspensão, as molas e os amortecedores hidráulicos específicos, em ambos os eixos, dão uma dinâmica boa ao carro sem penalizar muito o conforto.
Se andarmos calmos o carro é confortável, dentro do habitual da Opel, em que os seus carros apontam sempre muito mais para a dinâmica do que para um maior conforto.
Os amortecedores contam com a tecnologia Koni FSD (Frequency Selective Damping), que permite diferentes características de amortecimento em altas frequências (controlo da suspensão) versus baixas frequências (controlo da carroçaria).
As configurações do ESP são também exclusivas dos modelos GSe, com o limite de ativação ajustado para corresponder ao comportamento dinâmico de condução. Está também bem insonorizado.
Tudo misturado, o carro é muito mais firme que o Astra ‘normal’, é naturalmente bem mais estável em zonas de curvas médias-rápidas em que a carroçaria coloca o carro de forma que parece que vai em carris. Mas as irregularidades do piso notam-se bem. O carro está bastante bem equilibrado entre conforto e a veia desportiva. As prestações são adequadas para o nível de potência.

Motor

7/10

A potência total do conjunto ascende aos 165 kW/225 cv, o motor de 1,6 litros de quatro cilindros fornece 133 kW/180 cv e o motor elétrico contribui com até 81,2 kW/110 cv – e um binário máximo de 360 Nm. A partir de uma imobilização, o carro acelera dos 0 aos 100 km/h em 7,5 segundos e pode atingir uma velocidade máxima de 235 km/h (135 km/h em modo puramente elétrico). E graças à bateria de iões de lítio de 12,4 kWh, o Astra GSe pode percorrer até 64 quilómetros sem emissões locais de acordo com o WLTP1, mas conte com um pouco menos, mas não muito.

Balanço Final

8/10

O Opel Astra GSe é um automóvel com uma boa dinâmica, bem acima do Astra ‘normal’, mas sem que a performance seja de excelência, longe disso. Mas é um automóvel muito interessante que permite fazer uma condução divertida e tendo em conta que é híbrido plug-in, se estivermos em modo ‘família’ ou no dia a dia ‘normal’ sem que precisemos de puxar pela dinâmica do carro, temos um carro que consegue rodar cerca de 60 Km em modo elétrico, até um pouco mais se o percurso for somente citadino.
De resto, o carro tem um excelente aspeto, agressivo, digno da mítica sigla GSe.
Se tivéssemos que resumir, diríamos que é eficiente, tem um bom desempenho e permite uma condução divertida se estivermos virados para o lado mais ‘performante’ do carro. O preço é que é elevado, pois começa nos 49.240€.

Preço da versão ensaiada: 49.240€
Preço da versão base (Euros) 49.240€

Concorrentes

Opel Astra GSe PHEV, 225cv, autonomia até 63 Km, desde 49.240€. (para comparação)
Peugeot 308 GT PHEV, 225cv, autonomia até 60 Km, desde 45.120€ (mesma motorização)
Cupra Léon PHEV 1.4 e-hybrid, 245cv, autonomia até 60 Km, desde 44.704€.

Ficha Técnica

Motor de 4 cilindros em linha
Cilindrada 1.598 cm³.
Alimentação de combustível Injeção direta. Turbo. Intercooler
Sistema automático de paragem/arranque do motor (Stop/Start)
Resumo do grupo motopropulsor
Potência máxima 225 cv / 165 kW/360 Nm
Motor elétrico 1 Potência máxima 110 cv / 81 kW/320 Nm
Bateria de iões de lítio
Capacidade 12,4 kWh
Capacidade utilizável 9,9 kWh
Potência máxima de recarga em AC 7,4 kW
Tempo total de recarga a 3,7 kW 3,8 horas
Tempo total de recarga a 7,4 kW 1,9 horas
Transmissão Tração dianteira
Caixa automática de 8 velocidades

Desempenho e consumo de combustível aprovados
Velocidade máxima 235 km/h
Aceleração 0-100 km/h 7,5 s
Consumo de combustível combinado WLTP 1,1 l/100 km
Autonomia elétrica WLTP 64 km
Emissões de CO₂ WLTP 25 g/km

Dimensões, peso, capacidades
Número de portas 5
Comprimento 4.374 mm
Largura 1.860 mm
Altura 1.442 mm
Peso 1.703 kg
Depósito de combustível Gasolina 42 l
Volume da bagageira com uma fila de bancos disponível 1.268 litros
Volume mínimo com duas filas de bancos disponíveis 352 litros
Número de lugares sentados 5

Chassis
Estrutura da suspensão dianteira Tipo McPherson
Mola da suspensão dianteira Mola helicoidal
Estrutura da suspensão traseira Tipo roda de torção
Mola da suspensão traseira Mola helicoidal
Barra estabilizadora dianteira Sim
Barra estabilizadora traseira Não
Tipo de travões dianteiros Disco ventilado
Tipo de travões traseiros Disco ventilado
Direção Tipo Cremalheira e pinhão
Tipo de assistência Elétrica
Círculo de viragem entre passeios 10,51 m
Pneus dianteiros 225/40 R18
Pneus traseiros 225/40 R18

Mais/Menos


Mais

Estética
Eficiência
Dinâmica
Consumo

Menos

Conforto
Preço

Preços


Preço da versão ensaiada (Euros): 49240€

Preço da versão base (Euros): 49240€

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Motor
Balanço final
Ficha técnica

Exterior

Como se pode calcular, em termos estéticos o carro é bem mais ‘agressivo’ que o Astra normal.
A frente é bem mais desportiva, o para-choques é bem diferente, e esta versão de carro branco com jantes pretas fica lindíssimo. Dispensava o teto preto, mas isso são detalhes e gostos. As jantes de 18 polegadas com acabamento brilhante/preto do Astra GSe, dão um aspeto ainda mais agressivo ao carro. Seja como for as diferenças estéticas em relação ao resto do Astra ‘normal’ não são extensas, pois a versão original já é apelativa q.b.

Interior

No interior, destaco os bancos desportivos, ‘performance’ como refere a Opel, com acabamento em Alcantara. São exclusivos das versões GSe e têm certificação AGR.
Tudo o resto é o já conhecido do Astra, o habitáculo está bem isolado do ruído exterior, é espaçoso q.b e o sistema de infotainment é intuitivo.

Equipamento

O carro está bem equipado com um bom portfólio de sistemas de assistência de última geração, e este Astra GSe traz de série o sistema Intelli-Drive 1.0 com alerta de colisão frontal e travagem de emergência ativa, deteção de peões e de sonolência, aviso de saída da faixa de rodagem e assistente de sinais de trânsito, alertas de tráfego transversal e de ângulo morto lateral e ainda o assistente automático de velocidade com função de paragem.
O estacionamento pilotado, dianteiro e traseiro, bem como a câmara de 360 graus Intelli-Vision apoiam o condutor durante as manobras. E os passageiros dos modelos GSe estão também conectados graças ao sistema de navegação e multimédia compatível com Apple CarPlay e Android Auto e que inclui o ecrã tátil a cores, bem como o ecrã de informação do condutor, ambos de 10 polegadas. Os smartphones compatíveis também podem ser facilmente carregados através da função de carregamento sem fios na consola central.

Consumos

O motor do Astra GSe é eletrificado, tem 225 cv de potência combinada (consumo de combustível de acordo com WLTP1: 1,2-1,1 l/100 km) e um binário de 360 Nm. Curiosamente, apesar de potente, não é muito guloso quando não temos energia na bateria. Se andarmos num ritmo normal, ficaremos pelo 6.6l/100 km, abaixo dos sete se formos um pouco menos cuidadosos.
Em modo elétrico, fiz um pouco mais de 50 Km, com cerca de 20 Km de 2ª circular/IC19 e no final ainda sobraram 37 Km, até fiz mais do que isso porque por acaso andei muito no pára arranca.
O que se faz, depende sempre muito dos percursos, como se sabe. A Opel diz que o carro faz mais de 60 km, não fica longe disso, claramente.
Tendo em conta a sua autonomia elétrica, esta permite que a maioria das pessoas realizem os seus trajetos diários sem recorrer ao motor a gasolina. Tem é que o carregar todos os dias, só assim faz sentido ter um híbrido plug in, se não o pretende carregar muitas vezes perde um dos mais fortes argumentos do carro.

Ao volante

O Astra GSe é um carro rápido e ágil, mas como já referi, não é um modelo puramente desportivo, é um pouco pesado, mas guia-se muito bem, o carro é potente o suficiente para andarmos a bom ritmo, e já conhecendo o chassis do Astra ‘normal’, notam-se bem as diferenças neste GSe.
O carro é ágil e eficaz, a direção leve e precisa, a suspensão, as molas e os amortecedores hidráulicos específicos, em ambos os eixos, dão uma dinâmica boa ao carro sem penalizar muito o conforto.
Se andarmos calmos o carro é confortável, dentro do habitual da Opel, em que os seus carros apontam sempre muito mais para a dinâmica do que para um maior conforto.
Os amortecedores contam com a tecnologia Koni FSD (Frequency Selective Damping), que permite diferentes características de amortecimento em altas frequências (controlo da suspensão) versus baixas frequências (controlo da carroçaria).
As configurações do ESP são também exclusivas dos modelos GSe, com o limite de ativação ajustado para corresponder ao comportamento dinâmico de condução. Está também bem insonorizado.
Tudo misturado, o carro é muito mais firme que o Astra ‘normal’, é naturalmente bem mais estável em zonas de curvas médias-rápidas em que a carroçaria coloca o carro de forma que parece que vai em carris. Mas as irregularidades do piso notam-se bem. O carro está bastante bem equilibrado entre conforto e a veia desportiva. As prestações são adequadas para o nível de potência.

Concorrentes

Opel Astra GSe PHEV, 225cv, autonomia até 63 Km, desde 49.240€. (para comparação)
Peugeot 308 GT PHEV, 225cv, autonomia até 60 Km, desde 45.120€ (mesma motorização)
Cupra Léon PHEV 1.4 e-hybrid, 245cv, autonomia até 60 Km, desde 44.704€.

Motor

A potência total do conjunto ascende aos 165 kW/225 cv, o motor de 1,6 litros de quatro cilindros fornece 133 kW/180 cv e o motor elétrico contribui com até 81,2 kW/110 cv – e um binário máximo de 360 Nm. A partir de uma imobilização, o carro acelera dos 0 aos 100 km/h em 7,5 segundos e pode atingir uma velocidade máxima de 235 km/h (135 km/h em modo puramente elétrico). E graças à bateria de iões de lítio de 12,4 kWh, o Astra GSe pode percorrer até 64 quilómetros sem emissões locais de acordo com o WLTP1, mas conte com um pouco menos, mas não muito.

Balanço final

O Opel Astra GSe é um automóvel com uma boa dinâmica, bem acima do Astra ‘normal’, mas sem que a performance seja de excelência, longe disso. Mas é um automóvel muito interessante que permite fazer uma condução divertida e tendo em conta que é híbrido plug-in, se estivermos em modo ‘família’ ou no dia a dia ‘normal’ sem que precisemos de puxar pela dinâmica do carro, temos um carro que consegue rodar cerca de 60 Km em modo elétrico, até um pouco mais se o percurso for somente citadino.
De resto, o carro tem um excelente aspeto, agressivo, digno da mítica sigla GSe.
Se tivéssemos que resumir, diríamos que é eficiente, tem um bom desempenho e permite uma condução divertida se estivermos virados para o lado mais ‘performante’ do carro. O preço é que é elevado, pois começa nos 49.240€.

Preço da versão ensaiada: 49.240€
Preço da versão base (Euros) 49.240€

Mais

Estética
Eficiência
Dinâmica
Consumo

Menos

Conforto
Preço

Ficha técnica

Motor de 4 cilindros em linha
Cilindrada 1.598 cm³.
Alimentação de combustível Injeção direta. Turbo. Intercooler
Sistema automático de paragem/arranque do motor (Stop/Start)
Resumo do grupo motopropulsor
Potência máxima 225 cv / 165 kW/360 Nm
Motor elétrico 1 Potência máxima 110 cv / 81 kW/320 Nm
Bateria de iões de lítio
Capacidade 12,4 kWh
Capacidade utilizável 9,9 kWh
Potência máxima de recarga em AC 7,4 kW
Tempo total de recarga a 3,7 kW 3,8 horas
Tempo total de recarga a 7,4 kW 1,9 horas
Transmissão Tração dianteira
Caixa automática de 8 velocidades

Desempenho e consumo de combustível aprovados
Velocidade máxima 235 km/h
Aceleração 0-100 km/h 7,5 s
Consumo de combustível combinado WLTP 1,1 l/100 km
Autonomia elétrica WLTP 64 km
Emissões de CO₂ WLTP 25 g/km

Dimensões, peso, capacidades
Número de portas 5
Comprimento 4.374 mm
Largura 1.860 mm
Altura 1.442 mm
Peso 1.703 kg
Depósito de combustível Gasolina 42 l
Volume da bagageira com uma fila de bancos disponível 1.268 litros
Volume mínimo com duas filas de bancos disponíveis 352 litros
Número de lugares sentados 5

Chassis
Estrutura da suspensão dianteira Tipo McPherson
Mola da suspensão dianteira Mola helicoidal
Estrutura da suspensão traseira Tipo roda de torção
Mola da suspensão traseira Mola helicoidal
Barra estabilizadora dianteira Sim
Barra estabilizadora traseira Não
Tipo de travões dianteiros Disco ventilado
Tipo de travões traseiros Disco ventilado
Direção Tipo Cremalheira e pinhão
Tipo de assistência Elétrica
Círculo de viragem entre passeios 10,51 m
Pneus dianteiros 225/40 R18
Pneus traseiros 225/40 R18

Preço da versão ensaiada (Euros): 49240€
Preço da versão base (Euros): 49240€