Skoda Fabia Black Edition – Ensaio

By on 14 Abril, 2018

Skoda Fabia Black Edition

Texto: André Duarte

Pequeno Rebelde

Há versões que adoçam alguns modelos. É o caso do traje Black Edition quando no Skoda Fabia. Uma imagem que lhe assenta na perfeição e casa muito bem com o motor 1.0 a gasolina de 110 cv. Venha conhecê-lo connosco…


Mais:

Imagem / Prazer de condução / Comportamento

 

 

Menos:

Conforto no mau piso

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Motorizações e versões
Balanço final
Ficha técnica

Exterior

No exterior a versão Black Edition salta à vista de imediato, pela bonita tonalidade em preto que dá cor a toda a carroçaria. A dianteira conta com uma secção inferior com bordos cristalinos e luzes diurnas LED e faróis de nevoeiro como equipamento base. Juntam-se ainda os espelhos retrovisores exteriores elétricos e aquecidos. O tejadilho recebe um pequeno spoiler traseiro e os pneus contam com bonitas jantes Savio de 17” em preto. Para chancelar a versão, temos um logo ‘Black Edition’ nos pilares B’. No fundo, um Skoda Fabia ‘normal’ que se reveste de um espírito ‘Black Edition’, que inegavelmente lhe confere grande personalidade e chama a atenção

Interior

No interior temos um modelo com quotas de habitabilidade que cumprem à luz do segmento. Uma boa distribuição de espaço na dianteira e traseira, com locais de arrumação condignos nas portas e junto do seletor, assim como um útil apoio de braços para quem segue ao volante, entre os bancos dianteiros. A bagageira é de 330 litros, estendendo-se aos 1150 litros após rebatermos os bancos traseiros (proporção 60:40). Mas estes atributos já são conhecidos do Fabia ‘normal’. Falando aqui em concreto da versão Black Edition há a destacar: inserções decorativas em preto Satin; pedais revestidos a alumínio; rádio bolero; vidros elétricos dianteiros e traseiros; e volante desportivo multifunções de 3 raios em pele com controlos de rádio e telefone e bluetooth. Detalhes que nos fazem respirar uma aura mais arrojada, num interior cheio de personalidade, atribuída pela qualidade estética com que o preto o reveste – dos bancos, aos plásticos -, tudo cria uma harmonia com o exterior, e faz-nos querer estar ao volante deste modelo. Já em termos de conectividade e infoentretenimento, a versão Black Edition surge com computador de bordo com ecrã Maxi DOT e Smartlink+ com Apple CarPlay, Android Auto e MirrorLink.

Equipamento

Sistemas de Assistência à Condução e Equipamento Opcional

 De série nesta versão podemos contar com espelhos retrovisores elétricos e aquecidos; faróis elipsoidais com luz de circulação diurna LED; faróis de nevoeiro; Hill Start Assist; e sensores de estacionamento atrás. Em termos de opcionais cabe destacar: faróis de nevoeiro com função cornering 100€; sensores de estacionamento dianteiros e traseiros 300€; Kessy – ignição e abertura / fecho das portas sem chave; alarme com monitorização interior 600€; Adaptive Cruise Control 230€; câmara traseira 260€; tejadilho panorâmico, versão Limo 670€; ajuste manual de altura para bancos dianteiros 60€.

Consumos

A ritmos tranquilos e dentro da legalidade, os consumos cifraram-se na casa dos 5,7 l a 6 l. Claro que se procurarmos maiores sensações ao volante os 9 l a 10 l serão previsivelmente a realidade.

Ao volante

O Skoda Fabia Black Edition tem na motorização 1.0 TSI a gasolina de 110 cv uma proposta que nos permite ter potência para conciliarmos ritmos calmos e serenos, sempre com um interessante binário máximo de 200 Nm, disponível entre as 2000 e 3500 rpm, a momentos de maior vivacidade. O motor é assim uma proposta ideal para aqueles que queiram um modelo Fabia com alma mais rebelde com estilo em conformidade. Este desenvolve de forma progressiva e é sempre agradável ver o ponteiro chegar ao corte, às 6000 rpm, sentindo-se o motor a dar tudo o que tem, com uma sonoridade esforçada, em sintonia. A caixa manual de 6 velocidades adequa-se bem, tendo o devido escalonamento. O tato da direção é perfeitamente adequado, assim como a resposta dos travões.

Em estrada nota-se também, principalmente na abordagem a curvas de maior amplitude, a maior rigidez do conjunto, fruto do chassis desportivo, específico da versão, que é uma mais valia em termos de performance, e, consequentemente, sensações ao volante. Logicamente que tudo à escala deste pequeno modelo que, apesar de dar ‘ares’, não é um desportivo. A diversão é assim aumentada com uma proposta mais ‘feita’ ao asfalto, principalmente a ritmos mais elevados. No reverso, o conforto sai ligeiramente penalizado, principalmente no mau piso. Ainda assim, nada de grave.

No geral, é uma proposta do segmento B que preenche os requisitos para uma utilização diária, apresentando atributos estéticos e uma encorpada potência, à luz da sua estrutura, que nos permite, aqui e ali, dar largas à imaginação mais arisca, sem nunca perder o condão de respeitável citadino.

Nota final para o painel de instrumentos bastante informativo (consumos médios e instantâneos, quilómetros percorridos e totais, velocidade média e instantânea, chamadas e estações de rádio), com muitas das opções a poderem ser selecionadas através do volante multifunções.

Concorrentes

Neste capítulo, nota para:

Hyundai i20 Coupé 1.0 T-GDI Comfort com 120 cv e caixa manual de 6 velocidades por 20.535€

Mazda2 Skyactiv 1.5 Excellence com 115 cv e caixa manual de 6 velocidades por 19.259€

Peugeot 208 1.2 Puretech Allure com 110 cv e caixa manual de 5 velocidades por 17.810€

Seat Ibiza 1.0 TSI Xcellence com 115 cv e caixa manual de 6 velocidades por 19.788€

Volkswagen Polo 1.0 TSI Confortline com 115 cv e caixa automática DSG de 7 velocidades por 21.843€.

Motorizações e versões

O Skoda Fabia Black Edition está disponível unicamente com a versão do presente ensaio, motor 1.0 TSI a gasolina com 110 cv e caixa manual de 6 velocidades. Fora esta versão especial, o Fabia surge com três níveis de equipamento: Ambition, Style e Monte Carlo. Os motores dividem-se entre gasolina e diesel. No primeiro caso está disponível apenas o bloco 1.0 TSI (75 cv; 95 cv; e 110 cv), com os preços a iniciarem-se nos 15.204€ para a versão Ambition com 75 cv. No segundo temos o 1.4 TDI (90 cv e 105 cv), com a proposta de entrada a ser a versão Ambition com 90 cv por 21.812€.

Balanço final

O Skoda Fabia Black Edition é a proposta ideal para todos os que queiram um modelo citadino, com um estilo diferenciador para o dia a dia, sem perder a essência do modelo original. No fundo, um ‘pequeno rebelde’ na imagem, com uma motorização conforme, que nos permite viver momentos de prazer ao volante, estéticos e emocionais.

Ficha técnica

FICHA TÉCNICA

Motor

Tipo – gasolina, 3 cil. Em linha injeção direta, turbo, intercooler

Cilindrada (cm3) – 999

Diâmetro x curso (mm) – 82,0 x 94,6

Taxa de compressão – 11,0:1

Potência máxima (cv/rpm) – 110/5000-5500

Binário máximo (Nm/rpm) – 200/2000-3500

Transmissão e direcção – dianteira, transmissão manual de 6 velocidades; pinhão cremalheira com assistência elétrica

Suspensão (fr/tr) – Tipo McPherson à frente e eixo de torção atrás

Prestações e consumos

Aceleração 0-100 km/h (s) – 9,5s

Velocidade máxima (km/h) – 196 km/h

Consumos Extra-urb./urbano/misto (l/100 km) – 3,9/5,4/4,4

Emissões de CO2 (g/km) – 103

Dimensões e pesos 

Comp./largura/altura (mm) –  3992/1732/1467

Distância entre eixos (mm) – 2470

Largura de vias (fr/tr) (mm) – 1463/1457

Travões (fr/tr) – Discos ventilados/Discos

Peso (kg) – 1055

Capacidade da bagageira (l) – 330 até 1150 (c/ bancos traseiros rebatidos)

Capacidade do depósito (l) – 45

Pneus (fr/tr) – 215/45 R16

Preço da versão ensaiada (Euros): 19120€

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!