Volkswagen Polo GTI – Ensaio Teste

By on 26 Abril, 2018

Volkswagen Polo 2.0 TSI 200 cv GTI

Texto: André Duarte

Compromisso ideal

O novo Polo GTI já se encontra disponível no mercado nacional. Equipado com um motor 2.0 TSI de 200 cv é de guiar e… querer mais. Fizemo-nos à estrada na sua companhia. Conheça o resultado.


Mais:

Prazer ao volante / Motor / Comportamento Dinâmico / Barulho / Estética exterior

 

Menos:

Interior pouco demarcado da versão normal e qualidade de alguns plásticos

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Motorizacoes e versoes
Balanco final
Ficha tecnica

Exterior

Esteticamente o Volkswagen Polo GTI mune-se de detalhes subtis para se diferenciar do modelo normal. No fundo, uma descrição que os mais conhecedores saberão reconhecer como tratando-se de um exemplar… muito diferente.

A começar, temos de imediato a visível sigla GTI na grelha dianteira e tampa da bagageira, que chancelam o modelo em causa. Mas, exceção feita ao óbvio, há outros detalhes mais discretos a apreciar. Desde logo, quando olhado da lateral, as pinças de travão a vermelho, a sobressairem das bonitas jantes de 18″ Brescia (opcional 410€), que constituem um inegável prazer visual.

Depois, os pára-choques e spoilers exclusivos e a grelha do radiador em forma de favo de mel, com um friso vermelho que se prolonga por toda a sua largura, estendendo-se até aos faróis.

Pormenores que no seu todo formam um conjunto muito apelativo, que prima pela simplicidade, com sugestivos toques estéticos que são o suficiente para marcar a diferença. Um modelo que ao mesmo tempo se distingue dos demais irmãos Polo, mas que também nos permite circular no dia a dia sem sermos o centro das atenções… a não ser que a carroçaria surja no bonito vermelho do presente ensaio, ou noutra tonalidade igualmente apelativa

Interior

Quando no habitáculo, percebemos que a tónica de apontamentos aplicada ao exterior se mantém. No global, o interior respeita a versão normal, com alguns pormenores GTI. Falamos dos bancos desportivos Clark, em preto titânio, com um padrão retro, em xadrez, e faixas em vermelho, percorridos por pespontos em igual tom; pedais em alumínio; e volante multifunções em couro com costuras em vermelho, as quais percorrem também o seletor e os tapetes. Ainda assim, seriam bem vindos mais alguns detalhes no interior que demarcassem e caraterizassem ainda mais a versão face ao modelo normal.

Nas demais características, o Volkswagen Polo mantém o ADN do modelo normal. Nesse sentido, o espaço é um ponto que marca de imediato pela positiva, tanto nos lugares dianteiros como traseiros. Apenas a qualidade de alguns plásticos não se coaduna com a estética que faz transparecer o exterior. Os locais de arrumação, nas portas e consola central, estão adequados a um modelo destas características, e o tablier sobressai pela sua disposição moderna, com o sistema de infoentretenimento nele incorporado, com ecrã de 8”. De série, há ainda que contar com luz ambiente e na zona dos pés, à frente.

Em termos de conectividade e infoentretenimento temos a possibilidade de aceder a serviços online como Car-Net App Connect (permite ligação de smartphones, integrando MirrorLink, Apple CarPlay e Android Auto), Media Control (um interface para ligar tablets e smartphones ao sistema de infotainment), WLAN-Hotspot, Sistema de navegação “Discover Media” e Carregamento por indução.

Nota final para a bagageira, com piso duplo, que perfaz 305 litros e chega aos 1079 litros com os brancos traseiros rebatidos.

Equipamento

Entre o equipamento de série, destaque para: jantes em liga leve de 17 polegadas Milton Keys; suspensão desportiva; sistema de navegação Discover Media, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros; câmara traseira; ar condicionado Climatronic; inserções decorativas “Vermelho Velvet”; carregamento por indução; diferencial eletrónico XDS; Monitorização da pressão dos pneus; Hill Hold Control; Inserções cromadas nos interruptores das luzes, vidros e da regulação dos retrovisores exteriores; Proteção pedestre proativa; Sensor de luz e chuva; Sensores de estacionamento dianteiros e traseiros; Sistema “Front Assist” com sistema de travagem de emergência em cidade (City Emergency Brake); Sistema de deteção de fadiga.

 Em termos de opcionais, nota para: Luzes dianteiras em LED com ajustamento dinâmico 851€; Pacote Roof  315€ – Vidros traseiro e laterais traseiros escurecidos, Capas dos retrovisores exteriores em Carbon; Teto de abrir panorâmico 853€; Vidros traseiro e laterais traseiros escurecidos 280€; Suspensão “Sport Select”, para versão GTI 283€ – Amortecedores dianteiros, Amortecedores traseiros, versão esportiva, Controlo adaptativo de chassis com seletor de perfil de condução; Sistema de proteção proativa dos passageiros 140€; Active Info Display 359€; Pacote Inverno 300€ – Bancos dianteiros aquecidos, Indicador do nível de água do limpa pára-brisas; Retrovisores exteriores rebatíveis eletricamente 186€; Sensor de ângulo morto 279€; Sistema “Keyless Access” 337€; Sistema Park Assist, com sensores dianteiros e traseiros 574€;

Consumos

No modo Eco, a ritmos brandos, sem nunca pisarmos a fundo o acelerador e cumprindo os limites legais, é possível fazermos médias de 6,7 l aos 100 km, o que é de salientar, à luz de um modelo com estas características. Já se colocarmos o modo Sport e toda a potência no asfalto, as médias sobem para os 20 l.

Ao volante

O Polo GTI é um modelo que segue o ADN de atuais desportivos da Volkswagen: potente e equilibrado. Ao volante, um gosto. O Polo GTI chega-nos às mãos com um motor a gasolina 2.0 TSI de 200 cv, caixa automática DSG de 6 velocidades (em breve estará disponível uma versão com caixa manual de 6) e tração dianteira. Para gerirmos este potencial temos quatro modos: Eco, Normal, Sport e Individual. No modo Eco temos um modelo que, ainda que com corpo, responde sem aquele vigor desportivo. Uma faceta que muda de imediato se mudarmos  para o modo Sport. Aí a nossa audição fica desperta, com a sonoridade proveniente da dupla ponteira de escape a invadir-nos o habitáculo, num som cheio, que produz um misto de envolvência e artificialidade, quase oriundo de um jogo de consola, como se estivéssemos em casa, tranquilamente, a disputar um troço de ralis ou num circuito.

Em registo Sport continuamos a marcha e de imediato sentimos o adensar da harmonia, que nos impele a querer mais. A disponibilidade de potência, com 320 Nm de binário a partir das 1500 rpm, tem o condão de se fazer sentir de forma muito notória, mas, ao mesmo tempo, com um laivo de progressividade, sem nunca levarmos verdadeiramente um ‘coice’ nas costas, ou nos assustarmos. Da meta dos 100 km/h são 5,9s que nos separam. Um prazer senti-los… e repeti-los.

É um modelo que se percebe potente, mas ao mesmo tempo nos permite explorar e dar largas à imaginação com alguma civilidade, tirando igual prazer. Impressiona a forma como o eixo dianteiro – com diferencial eletrónico – traciona, em resposta às nossas solicitações com o acelerador, agarrando o Polo de uma forma que surpreende, e nos faz arriscar um pouco mais a cada volta, quase colocando-nos a imaginação num circuito.

Permite-nos abordagens em curva a ritmos elevados, sempre com a segurança de que a frente nunca irá fugir, e que a traseira a irá acompanhar a rigor. Tudo isto vivido com o nosso corpo perfeitamente instalado nos bancos desportivos que prestam excelente apoio. Ao mesmo tempo, é um modelo que se faz às curvas com grande eficácia, fruto de uma afinação de chassis e suspensão a preceito, talhada para a performance, mas com o benefício de, apesar da natural rigidez, nos proporcionar conforto. A direção é muito direta e apenas os travões dão a impressão que poderiam ser mais reativos quando a eles recorremos em situações de maiores euforias ao volante.

A caixa automática DSG de 6 velocidades é um gosto e se recorrermos às patilhas no volante para a troca de relações, nem sentimos a sua passagem, sendo esta a melhor opção para quem queira explorar e extrair todo o sumo deste GTI.

Em suma, o Volkswagen Polo GTI é um desportivo de tração dianteira que permite muitos devaneios, sempre acompanhado pelas sensações de prazer ao volante e divertimento, lado a lado com a noção de segurança, fruto de um excelente equilíbrio na relação potência, estrutura do veículo e capacidades dinâmicas.

Concorrentes

Neste capítulo, há a considerar:

Mini Cooper S com 192 cv e caixa automática por 33.398€

Renault Clio R.S. Trophy com 220 cv e caixa automática EDC de 6 velocidades por 32.810€.

Apesar da diferença no capítulo caixa de velocidades, nota também para:

Peugeot 208 GTI by Peugeot Sport com 208 cv e caixa manual de 6 velocidades por  27.910€.

Equipamento opcional

O Volkswagen Polo GTI está disponível unicamente na versão do presente ensaio: motor a gasolina 2.0 TSI, com 200 cv, alocado a uma caixa automática DSG de 6 relações. No futuro irá chegar uma versão equipada com caixa manual de 6 relações.

Balanco final

O Volkswagen Polo GTI é o ideal para fazer as delícias de quem queira um modelo para ‘brincar às corridas’, mas também rodar a ritmos calmos com consumos brandos, dentro da ótica de um desportivo, com alguma descrição estética e espaço interior. Equilibrado e percetível nas reações, transmite uma grande confiança e prazer ao volante, com uma potência de respeito, que se permite explorar sem exigir do condutor dotes de verdadeiro piloto. Em suma, uma proposta que deixa o sorriso no rosto e a certeza de que foram 32.329€ totalmente justificados.

Ficha tecnica

Motor

Tipo – gasolina, 4 cil. em linha, injeção mista, direta/indireta, turbo, intercooler

Cilindrada (cm3) – 1984

Diâmetro x curso (mm) – 82,5 x 92,8

Taxa de compressão – 11,7:1

Potência máxima (cv/rpm) – 200/4400-6000

Binário máximo (Nm/rpm) – 320/1500-4400

Transmissão e direcção – dianteira, automática DSG de 6 velocidades; pinhão cremalheira com assistência elétrica

Suspensão (fr/tr) – Tipo McPherson com molas helicoidais à frente e eixo de torção com molas helicoidais atrás

Prestações e consumos

Aceleração 0-100 km/h (s) – 6,7s

Velocidade máxima (km/h) – 237 km/h

Consumos Extra-urb./urbano/misto (l/100 km) – 4,9/7,7/5,9

Emissões de CO2 (g/km) – 134

Dimensões e pesos 

Comp./largura/altura (mm) –  4067/1751/1438

Distância entre eixos (mm) – 2549

Largura de vias (fr/tr) (mm) – 1522/1496

Travões (fr/tr) – Discos ventilados/Discos

Peso (kg) – 1355

Capacidade da bagageira (l) – 305 até 1079 (c/ bancos traseiros rebatidos)

Capacidade do depósito (l) – 40

Pneus (fr/tr) – 215/45 R17

Preço da versão ensaiada (Euros): 32329€

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!