Volkswagen Touareg V6 TDI Elegance – Ensaio Teste

By on 5 Março, 2019

Volkswagen Touareg V6 TDI Elegance

Texto: José Manuel Costa ([email protected])

Refinado e carregado de tecnologia

Não foi promessa vã dizer que a nova geração do Touareg iria oferecer dores de cabeça aos modelos Premium do segmento dos SUV grandes. A evolução da nova geração do Touareg é tremenda, com um habitáculo muito bem construído, dotação de equipamento razoável e, sobretudo, muita tecnologia. Inesperadamente, não tem sete lugares, ganhando com isso quem deles não precisa, pois é-lhe oferecida uma bagageira enorme. Com uma condução agradável e competente, mas com a ênfase no conforto, o VW Touareg é a escolha certa para quem quer um SUV grande, luxuoso e carregado de tecnologia. Até porque mesmo com os extras que a unidade de ensaio exibia e um preço de 99.328 euros, gasta menos que os 103 mil euros do BMW X5 xDrive30d, um pouco menos que o Audi Q7 45 TDI (87.512 euros) e os 111 mil euros do Porsche Cayenne, agora sem motores diesel. Outras opções são o Volvo XC90 (89.686 euros), o Mercedes GLE 300d 4Matic (88.147 euros) e o Range Rover Sport SDV6 (134.278 euros).

Conheça todas as versões e motorizações AQUI.


Mais:

Tecnologia / Refinamento / Qualidade

Menos:

Sem 7 lugares / Direção / Preço

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Motor
Balanço final
Ficha técnica

Exterior

Pontuação 8/10

Chegado á terceira geração, o Touareg manteve o formato que o acompanha desde 2003, espécie de carrinha grande e mais alta, mas com todos os códigos da linguagem de estilo da Volkswagen. Um desenho que empurra o SUV para território Premium, com cavas das rodas generosas e bem preenchidas com jantes e pneus de 20 polegadas, uma frente com amplas entradas de ar e uma traseira limpa e com o nome do modelo em destaque ao longo da zona de chapa abaixo do óculo traseiro. Com um aspeto mais musculado, o Touareg sente-se bem entre os seus pares, do grupo VW, mas também os rivais de outros construtores. Na verdade, o VW Touareg tem, realmente, um estilo sedutor, tocando (quase) todas as teclas próprias dos modelos SUV Premium. Apesar disso, o Touareg está maior (77 mm no comprimento e 44 mm na largura) face à anterior geração, é mais baixo e emagreceu 106 quilogramas.

Interior

Pontuação 8/10

No habitáculo a diferença é abismal face às anteriores gerações que, para mim, sempre me pareceu um Golf em tamanho gigante. Com esta terceira geração, o Touareg passa a ter um interior de carro grande, de modelo Premium, com qualidade e, sobretudo, muita tecnologia. E digam lá que não é agradável entrar dentro de um SUV de dimensões generosas e à nossa frente encontramos um volante, conhecido é verdade, mais dois ecrãs gigantes, um a fazer de painel de instrumentos e outro para o sistema de info entretenimento? A ausência de botões surpreende, mas perante o ecrã central, percebe-se que a Volkswagen foi pelo caminho seguido pela Land Rover nos modelos Range Rover. Há dois comandos rotativos atrás da alavanca da caixa automática e do botão de arranque do motor e pouco mais. O Touareg é compatível com o Apple CarPlay e com o Android Auto, tem “hotspot” Wifi que permite a ligação de até 8 dispositivos ao mesmo tempo. O ambiente a bordo é excelente, se optar pelos vidros duplos e pelo para brisas com insonorização fica com um verdadeiro casulo, mas quando descemos abaixo da linha desenhada pela parte inferior do tabliê, percebemos que andam por ali alguns plásticos menos agradáveis e que não têm nada a ver com os que estão mais acima. Os modelos Premium também têm disto, por isso não posso criticar a VW por ter feito isto no Touareg. Habitabilidade não é, de todo, um problema, pois não espaço é coisa que não falta e porque a Volkswagen entendeu que o Touareg não deveria ter sete lugares, a bagageira tem massivos 810 litros de capacidade, que podem, com o rebatimento dos bancos traseiros, chegar aos 1800 litros.

Equipamento

Pontuação 7/10

A versão Elegance Plus oferece um completo equipamento de série onde destaco o sistema de som com 8 altifalantes, duas entradas USB com ligação iPod/iPhone, abertura da bagageira elétrica e sem mãos, alarme, apoios de braços á frente e atrás, Volkswagen Media Control, ar condicionado automático com quatro zonas, banco traseiro rebatível assimetricamente, bancos dianteiros aquecidos e com ajuste elétrico, carregamento de smartphone por indução, ligação Bluetooth, cruise control adaptativo, câmara multifunções, câmara traseira, estofos em couro, indicador multifunções Premium, jantes de 19 polegadas, sistemas de navegação Dicover Pro, deteção de fadiga, ajuda ao estacionamento, ajuda á manutenção na faixa de rodagem, acesso sem chave, aviso de saída de faixa de rodagem, volante multifunções e mais algumas coisas que seria fastidioso estar aqui a enumerar. Por 2.443 euros pode comprar o pacote Inovision Cockpit com Active Info Display. Depois pode escolher o sistema de som Premium Dynaudio (797 euros), os bancos ventilados com massagem (1.276 euros), estofos em couro Savona (768 euros), forro do tejadilho preto (313 euros), Pacote OffRoad (depósito de AdBlue com 24 litros, depósito de combustível com 90 litros e para choques dianteiro para fora de estrada e proteções inferiores) custa 531 euros, o para brisas laminado e as janelas escurecidas ficam por 1.169 euros e o para brisas em vidro duplo e isolante aquecido custa 520 euros. O teto de abrir panorâmico (1.551 euros), suspensão “Air & Steering (controlo adaptativo do chassis com seletor do perfil de condução, suspensão pneumática com controlo eletrónico e 4 rodas direcionais, custa 2.890 euros), suspensão com Barras Estabilizadoras ativas (controlo adaptativo do chassis com seletor do perfil de condução, suspensão pneumática com controlo eletrónico e 4 rodas direcionais, barras estabilizadoras ativas e instalação elétrica de 48 volts, tudo por 5.983 euros), sistema Night Vision (1.846 euros), assistente de máximos (163 euros), faróis LED Matrix (1.895 euros) e bancos traseiros aquecidos (394 euros).

Consumos

Pontuação 3/10

O Touareg já está homologado debaixo do protocolo WLTP e por isso exibe emissões de CO2 de 173 gr/km de CO2 e um consumo médio de 6,6 litros, gastando em cidade quase oito litros e em auto estrada ronda os seis litros. Sem o depósito do pacote OffRoad (90 litros) o Touareg faria jus ao seu papel de “cruzador” com uma autonomia de 800 quilómetros. O V6 do grupo VW nesta versão mais serena consegue ser poupadinho, mas nunca consegui igualar os valores que a casa alemã reclama e se em cidade não espanta que nos aproximemos dos dois dígitos, em autoestrada continuamos nesse registo. Se cumprimos o código da estrada, é possível baixar muito esses valores, tendo ficado no final uma média de 8,1 l/100 km.

Ao volante

Pontuação 9/10

Tendo a mesma base de vários modelos do grupo (Audi Q7, Porsche Cayenne, Bentley Bentayga e Lamborghini Urus), o Touareg tem uma definição bem diferente ao colocar-se no lado do conforto e não da performance. Por isso, não procure por aqui um SUV divertido de conduzir ou capaz de incomodar o desportivo do seu amigo numa qualquer estrada de montanha. O elemento onde o Touareg se sente mais à vontade é na auto estrada e a devorar quilómetros. A melhoria face á anterior geração é evidente e não fosse um problema crónico nos VW, a direção, tudo seria melhor. Numa tentativa de oferecer maior conforto na condução, a direção é demasiado leve, lenta e com algumas reações estranhas. Felizmente que a tração integral está bem calibrada, os movimentos da carroçaria são bem controlados pela suspensão pneumática e a caixa de velocidades DSG com sete marchas é suficiente. Por vezes algo hesitante, mas nunca um problema.

Concorrentes

Audi Q7 45 TDI 2967 c.c. turbo diesel; 231 CV; 500 Nm; 0-100 km/h em 7,1 seg,; 229 km/h; 6,5 l/100 km, 172 gr/km de CO2; 87.512€  

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

BMW X5 xDrive 30d 2993 c.c. turbo diesel; 265 CV; 620 Nm; 0-100 km/h em 6,5 seg,; 230 km/h; 6,8 l/100 km, 158 gr/km de CO2; 103.500€  

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

Mercedes GLE 300d 1950 c.c. turbo diesel; 245 CV; 500 Nm; 0-100 km/h em 7,2 seg,; 225 km/h; 5,1 l/100 km, 162 gr/km de CO2; 88.147€  

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

Volvo XC90 D5 1969 c.c. turbo diesel; 235 CV; 480 Nm; 0-100 km/h em 7,8 seg,; 220 km/h; 5,7 l/100 km, 149 gr/km de CO2; 89.686€

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

Motor

Pontuação 7/10

O fabuloso motor V10 TDI é já uma bruma do passado, mas o Touareg não deixa de manter alguma nobreza ao oferecer o comprado, eficiente e agradável de utilizar V6 de 3.0 litros, aqui na versão de 231 CV. É um nível de potência interessante, embora face às mais de duas toneladas do Touareg, ofereça pouco mais que 110 CV por tonelada e por isso nunca tenha fôlego para deslumbrar. Ainda assim, a VW reclama 7,5 segundos dos 0-100 km/h e 235 km/h. Cifras respeitáveis – a primeira nunca consegui igualar, ficando por 8,3 segundos – para um SUV que, recordamos, está orientado para o conforto. Olhando por este prisma, o bloco V6 é suficiente para uma condução relaxada e um dos bons elementos deste Touareg.

Balanço final

Pontuação 8/10

Sacrificou as capacidades fora de estrada, ganhou refinamento, um interior de classe, um estilo discreto, mas que deixa uma declaração de intenção de incomodar os Premium e muita tecnologia. Cara e por isso há que ter cuidado com a lista de opcionais, pois o Touareg fica por quase 90 mil euros, sendo fácil ultrapassar os 100 mil euros com os opcionais. Seja como for, se está interessado num SUV de topo, este Touareg é, claramente, uma excelente proposta.

Ficha técnica

Motor

Tipo: V6 com injeção direta turbo diesel com intercooler

Cilindrada (cm3): 2967

Diâmetro x Curso (mm): nd

Taxa de Compressão: nd

Potência máxima (CV/rpm): 231/3800

Binário máximo (Nm/rpm): 500/1750 – 3000

Transmissão: Integral permanente com caixa de 8 velocidades automática

Direção: Pinhão e cremalheira assistida eletricamente

Suspensão (ft/tr): Independente, multibraços, pneumática Travões (fr/tr):

Discos ventilados/discos

Prestações e consumos

Aceleração 0-100 km/h (s): 7,5

Velocidade máxima (km/h): 235

Consumos extra-urb./urbano/misto (l/100 km): 5,9/7,7/6,6 Emissões CO2 (gr/km): 173

Dimensões e pesos

Comprimento/Largura/Altura (mm): 4878/1984/1717

Distância entre eixos (mm): 2904

Largura de vias (fr/tr mm): 1653/1669

Peso (kg): 2070

Capacidade da bagageira (l): 810/1800

Depósito de combustível (l): 75

Pneus (fr/tr): 285/45 ZR20

Preço da versão ensaiada (Euros): 99.328€
Preço da versão base (Euros): 85.602€