Ensaio: BMW 320d GT

By on 26 Maio, 2017

BMW 320d GT

Elegância alemã

Texto: Alexandre Melo

Renovado o BWM 320d GT continua a ser uma referência do segmento e da própria BMW. Sedutor desde o primeiro olhar não deixa ninguém indiferente.

Tendo como ponto de partida a ideia de que cruzando nichos de mercado é possível conceber o automóvel que desejamos a BMW tem na sua frota o Série 3, que consegue combinar o aspeto e charme de um coupé com a praticabilidade de uma carrinha.

Em termos de condução ao volante deste 320d GT descobri uma suavidade de processos que impressiona. Estamos perante um automóvel ágil em ambiente urbano e que rola facilmente a velocidades de cruzeiro. A tracção traseira, tão característica dos BMW, é deliciosa e garante a estabilidade essencial, ao mesmo tempo que uma belíssima insonorização e ausência de vibrações e ruídos é também uma realidade.

De modo a garantir a eficiente utilização de um propulsor com 190 cv o condutor pode desfrutar de quatro modos de condução, que naturalmente respondem a diferentes tipos de necessidade. O modo Comfort (o modo standard sempre que se põe o automóvel a  funcionar), Eco Pro (para economia de consumos, com conselhos para uma condução mais racional), Sport e Sport + (condução mais desportiva). Se com os modos desportivos nota-se uma resposta mais rápida e nervosa do motor, as diferenças entre os modos Comfort e Eco Pro, em termos de condução, não são tão evidentes. Já para economia de consumos, o modo Eco Pro é o mais aconselhável – aliás, este poderia ser mesmo o modo standard. Mesmo neste modo, em caso de necessidade em recuperações e ultrapassagens, a resposta é rápida e eficiente.

Como parceiro de toda esta panóplia de modos de condução está uma eficaz transmissão desportiva Steptronic, que em caso de pé a fundo atinge rapidamente as oito velocidades disponíveis, sem o menor sinal de hesitação por parte do sistema, até porque se quiser, pode mudar de velocidade manualmente em qualquer altura, através das patilhas do volante.

No que diz respeito ao equipamento a versão de ensaio estava equipada com o nível Line Luxury. Volante desportivo em pele, friso em madeira nobre Fineline e os pneus Runflat (que permite continuar a rodar mesmo que um pneumático esteja furado), são alguns dos mimos que nos fazem sentir de ‘barriga cheia’.

Passando para o interior este é marcado pela qualidade dos materiais que o constituem e que inevitavelmente deixam transparecer uma sensação luxuosa. O muito espaço e conforto permite transportar uma família numerosa bem instalada e sem qualquer tipo de incómodo. Bem se pode dizer que numa viagem longa os quilómetros podem ir acumulando que nem damos por tal.

A bagageira toda ela é também marcada pelo muito espaço, 520 litros, que pode aumentar com o rebatimento dos bancos traseiros e dispõe ainda de um piso inferior, que está sempre a disposição caso o condutor pretenda transportar mais carga.

Quanto a preços o BMW Série 320d GT tem como valor base 48.059 €, mas com todos os extras incluídos como foi o caso da versão que tivemos em mãos, o seu preço ascende aos 67.702 €.

MAIS: Motor, condução e espaço.

MENOS:  Direção em modo sport +

 

FICHA TÉCNICA

Motor – 4 cil., turbo, Inj. direta, Diesel

Cilindrada – 1995 cm3

Transmissão – Tracção traseira

Cx. Vel – Cx automática 8 vel

Potência – 190 cv

Binário – 400 Nm/1750-2500 rpm

Vel. máx – 230 km/h

Aceleração – 7,8 s (0-100 km/h)

Consumo – Médio 4,6 l/100km, AutoSport 8,6 l/100km

Suspensão dianteira – Tipo McPherson

Suspensão traseira – Paralelogramo deformável

Travões – DV/DV

Peso – 1675 kg

Depósito – 60 l

Mala – 520 l

Emissões – 120g/km CO2

Deixe um comentário

Please Login to comment