Honda Civic 1.5 VTEC 4P – Ensaio Teste

By on 18 Março, 2019

Honda Civic 1.5 VTEC Executive 4P

Texto: André Duarte

Muito interessante

A Honda lançou a 10ª geração do totalmente renovado Civic Hatchback em 2017. Um ano depois colocou no mercado a versão de quatro portas desta proposta do segmento C. Fomos agora conhece-la.

Conheça todas as versões e motorizações AQUI.


Mais:

Espaço / Ergonomia Interior / Posição de Condução / Comportamento Dinâmico / Condução

 

Menos:

Resposta do Motor / Sistema de infoentretnimento

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Motor
Balanço final
Ficha técnica

Exterior

Pontuação 7/10

A 10ª geração do Civic marcou ao chegar ao mercado, com uma estética que, independentemente do gosto, não deixou ninguém indiferente. A versão de quatro portas (Sedan) ameniza o arrojo estilístico e, no nosso entender, torna-o mais atraente.

Tendo por base a plataforma que deu corpo ao Hatchback, o Sedan é 13 cm mais comprido e 18 mm mais baixo. A via dianteira é também 10 mm mais larga e a traseira 11 mm. Resultado, temos um conjunto mais vocacionado para a performance e, claro, aerodinâmico.

Esteticamente mantém a base da versão Hatchback, a grande diferença está, naturalmente, na traseira, com uma fisionomia esguia e vincada, aludindo a um estilo coupé, que lhe cunha uma elegância superior. Ao invés do estilo de linhas recortadas e pronunciadas do Hatchback, o Sedan ganha contornos mais harmoniosos. No geral o exterior transmite personalidade e desportivismo.

A versão Executive, do presente ensaio, acrescenta a este Sedan uma antena de barbatana, puxadores das portas cromados, grelha dianteira cromada, espelhos das portas na cor da carroçaria com indicadores de mudança de direção LED integrados e moldura dos vidros cromada.

Interior

Pontuação 7/10

O interior é distintivo. Tudo está ergonomicamente disposto e, apesar de a um primeiro olhar parecer carecer de algum espaço, é possível acomodar cinco ocupantes devidamente. Os bancos proporcionam um bom sentar e a fisionomia de estilo coupé acaba por dar um toque de requinte, sentido em quem segue atrás. É um modelo que nos faz sentir bem e apesar da baixa altura, 1415 mm, o acesso ao interior é feito sem problemas.

O habitáculo é revestido, nesta versão Executive, de estofos em pele e de volante e punho do seletor em igual material. Os pedais são em alumínio. Apesar de a tonalidade em preto tornar o habitáculo mais pesado e pouco exuberante, o conforto e bem estar proporcionados superiorizam-se. A bagageira disponibiliza generosos 519l. Nota para a regulação elétrica do apoio lombar nos bancos dianteiros e para o facto de todos os bancos – dianteiros e traseiros – serem aquecidos. Há ainda um compartimento de arrumação na consola central e o apoio de braço é deslizante.

O ecrã tátil de 7 polegadas ao centro do tablier dá-nos acesso ao Honda CONNECT NAVI Garmin (com Leitor CD, rádio via Internet, aplicação AhaTM integrada e navegador de Internet); sistema de navegação; conectividade com telemóvel via bluetooth; compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto; definições do veículo; sistema áudio; acesso à App Center e lista de Apps. O manuseamento é simples e intuitivo, ainda que graficamente e em termos de configuração, o menu não seja dos mais sofisticados. Nota também para o sistema de carregamento sem fios.

Equipamento

Pontuação 8/10

 A versão Executive do Honda Civic vem muito bem equipada. Entre os sistemas de assistência à condução destaque para: sistema de paragem de emergência; sistema de travagem atenuante de colisões; sistema de assistência à manutenção na faixa de rodagem; avisador de colisão à Frente; avisador de saída de faixa; reconhecimento de sinalização de trânsito.

A estes juntam-se: assistência à travagem; assistência ao arranque em subida; sistema de alerta de esvaziamento de pneus; sistema atenuante de saída de estrada; limitador inteligente da velocidade; informação de ângulo morto; travão de estacionamento elétrico com função Brake Hold; sensores de estacionamento (dianteiros e traseiros); espelho retrovisor interior com escurecimento automático; espelhos das portas com regulação elétrica e aquecidos; faróis automáticos com sensor de luz; limpa-vidros automáticos com sensor de chuva; câmara traseira de auxílio ao estacionamento. A par disso, o modelo conta também com: regulação elétrica do apoio lombar do banco do condutor e passageiro; consola central com apoio de braço deslizante e compartimento de arrumação; apoio do braço traseiro;

bancos dianteiros e traseiros aquecidos.

Consumos

Pontuação – 6/10

Numa condução cuidada conseguem-se consumos na casa dos 7,0l. Se quisermos explorar o bloco 1.5l de 182 cv, as médias já sobem para os 8/9l.

Ao volante

Pontuação 8/10

Há várias valências que fazem desta Honca Civic Sedan uma agradável surpresa ao volante. Em primeiro lugar a posição de condução, cómoda e ergonómica. O lugar do condutor está situado numa posição baixa, fazendo parecer, numa alusão exagerada, estarmos num modelo de pista. A posição do seletor é excelente, requerendo um pequeníssimo desvio da nossa mão do volante, e o curso para engrenar cada relação é curto, o que numa proposta com caixa manual de 6 velocidades acrescenta um grande agrado e conforto à condução. Devidamente instalados, é tempo de seguirmos viagem.

Depressa percebemos que a suspensão é confortável e absorve bem as irregularidades do piso e o chassis garante um bom desempenho em estrada. Em sintonia este binómio garante um comportamento equilibrado e muito permissivo, transparecendo que aguentaria um motor bem mais potente e que colocasse maiores exigências ao modelo. O Civic transmite uma boa sensação de segurança e de equilíbrio entre conforto e dinâmica. A caixa manual de velocidades tem um escalonamento interessante para explorar o bloco. A direção e travões também se adequam às exigências do modelo. No global, é uma proposta consistente que, sem nos proporcionar sensações de um real desportivo, consegue garantir-nos um bom equilíbrio entre ritmos vivos e uma utilização mais familiar, agradando em ambos os polos.

Concorrentes

Volkswagen Passat 1.5 TSI 150 cv Confortline – 32.886€

(Conheça todas as versões e motorizações AQUI)

Motor

O bloco a gasolina 1.5 VTEC Turbo tem um binário máximo de apenas 240 Nm, a partir das 1900 rpm, o que faz dele uma proposta com menor fulgor que aquele que os 182 cv suporiam fazer ter. O motor tem uma entrega de potência que satisfaz, mas é progressivo a desenvolver e não vigoroso como a potência anunciada poderia fazer crer. Há apenas dois modos de condução, ECON e Normal. É interessante de explorar e permite alguma diversão, mas os 8,6s dos 0 aos 100 km/h ou a velocidade máxima de 210 km/h nunca fazem desta uma proposta que impressione.

Balanço final

Pontuação 8/10 Pontuação

O Honda Civic na sua versão Sedan com 1.5 VTEC turbo é uma proposta multifacetada. Oferece o espaço para uma utilização familiar, mas ao mesmo tempo uma fisionomia de laivo desportivo, com um bloco de 182 cv que permite uma utilização racional, mas também alguns excessos ao volante, e um comportamento e conforto que surpreendem pelo desempenho que oferecem. Características que juntas fazem deste um modelo que navega entre vários mundos, sem estar totalmente identificado com um.

Ficha técnica

Motor

Tipo – gasolina, 4 cil. em linha, injeção direta, turbo e intercooler

Cilindrada (cm3) – 1498

Diâmetro x curso (mm) – 73,0 x 85,9

Taxa de compressão – 10,6:1

Potência máxima (cv/rpm) – 182/5500

Binário máximo (Nm/rpm) – 240/1900 – 5000

Transmissão e direcção – Dianteira, transmissão manual de 6 velocidades; pinhão cremalheira com assistência elétrica

Suspensão (fr/tr) – McPherson à frente e eixo multibraços atrás

Prestações e consumos

Aceleração 0-100 km/h (s) – 8,6s

Velocidade máxima (km/h) – 210 km/h

Consumos Extra-urb./urbano/misto (l/100 km) – 4,6/7,0/5,5

Emissões de CO2 (g/km) – 125

Dimensões e pesos

Comp./largura/altura (mm) –  4630/1800/1415

Distância entre eixos (mm) – 2698

Largura de vias (fr/tr) (mm) – 1543/1557

Travões (fr/tr) – Discos ventilados/Discos maciços

Peso (kg) – 1279

Capacidade da bagageira (l) – 519

Capacidade do depósito (l) – 46

Pneus (fr/tr) – 215/50 R17

Preço da versão base (Euros): 33750€