McLaren não vai ter um SUV assegura o CEO Mike Flewitt

By on 11 Setembro, 2018

Não há ninguém que não tenha ou venha a ter um SUV, o tipo de veículo que parece carregar consigo todos os lucros no universo automóvel. A Bentley cedeu com o Bentayga (leia o ensaio aqui!), a Aston Martin vai ceder com o DBX, a Rolls Royce vergou-se com o Culinnan, a Lamborghini também não evitou o Urus e a Porsche há muito que seguiu esse caminho, juntando-se a Jaguar. Ficaram de fora, até agora, Ferrari e McLaren. De Maranello já vieram uns rumores que Sergio Marchionne tinha pensado num crossover Ferrari, da McLaren surge a certeza que na casa de Woking não haverá um SUV.

“Já existem SUV a mais no mundo, não precisamos de mais nenhum! E confesso que começa a ser incomodativo tudo desejar tanto ter um SUV. Por isso, nós não vamos ter nenhum SUV.” Quem o assegura é Mike Flewitt, CEO da McLaren Cars em entrevista ao Top Gear. Diz o executivo que “há três coisa para as quais olhamos, sempre, quando falamos de novos produtos: a marca, a tecnologia e as finanças. Começamos com a marca. Um SUV McLaren só iria diluir a marca McLaren e seria sempre mais um. A nossa marca tem uma história e o desporto automóvel ofereceu-nos grandes automóveis. Os SUV são fantásticos, têm o seu lugar, mas não são divertidos de conduzir e menos ainda em termos de performance e comportamento. Ou seja, em última análise estragam a experiência de condução, por isso não fazem sentido numa marca como a nossa. Além disso, os modelos SUV de topo são feitos todos pelo mesmo grupo, pelo que não conseguiríamos competir com eles em termos de recursos e preços.” E acrescentou Flewitt, em entrevista ao TopGear, que “não temos a tecnologia suficiente para um SUV, pelo que teríamos de começar do início. E não somos arrogantes o suficiente para pensar que iriamos conseguir competir com marcas com os Land Rover e os Cayenne deste mundo.”

Além de todas estas razões, falta o terceiro pilar, a questão financeira. Não tendo a tecnologia necessária e não sendo os primeiros a chegar ao segmento, não faz nenhum sentido começar a fabricar modelos de produção intensa. “Teríamos de investir desde uma folha em branco e por isso não haveria lucro absolutamente nenhum na realização de um SUV. Portanto, perante tudo isto, porque raio é que iriamos investir no lançamento de um SUV?! E fiquem descansados que os nossos clientes gostam do que fazemos e não desesperam por um McLaren SUV.”

Parede que a McLaren irá ficar sozinha, pois como referimos acima, Sergio Marchionne já tinha dado a luz verde para explorar a criação de um rival para o Urus da Lamborghini. Veremos até quando a McLaren vai continuar assim…

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)