Mercedes Classe A 180d FL – Ensaio

By on 14 Março, 2018

Mercedes Classe A 180d FL

Texto: André Duarte ([email protected])

Último sopro

Maio irá fazer chegar ao mercado a nova geração do Classe A. Ainda assim, para todos os que não pretendem esperar, têm na terceira geração, lançada em 2012 e agora na reta final de existência, uma proposta que garante todos os pergaminhos de qualidade que a Mercedes sempre nos habituou. Fomos para a estrada com o Mercedes Classe A 180 d FL e contamo-vos tudo nas próximas linhas…

Conheça todas as versões e motorizações AQUI.


Mais:

Conforto / Estabilidade / Qualidade de construção

 

Menos:

Disponibilidade do motor

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Motor
Balanço final
Ficha técnica

Exterior

O exterior prenda-nos com um modelo jovem e elegante, marcado por linhas que lhe atribuem dinâmica. Uma presença visual de belo efeito A frente é a secção para que tudo converge, partindo da traseira, num afunilar expressivo, com o símbolo Mercedes bem visível ao centro, e as grelhas – tipo diamante – em preto e grupos óticos a transmitirem grande personalidade. A lateral sobressai com linhas esculpidas que a percorrem, conferindo dinamismo ao conjunto. Um ornar que tem como cereja as bonitas jantes de cinco raios duplos (opcional). A traseira, de ares harmoniosamente arredondados, encontra-se em harmonia com as demais secções. Particular destaque para a dupla saída de escape que confere um forte cunho estético. No geral, é um modelo que transmite elegância e bom gosto, uma aura que deixa o desejo de o conhecermos melhor.

Interior

O habitáculo produz-nos um misto de sentimentos. Ao abrirmos a porta, parece-nos apertado. Já no seu interior, percebemos que, apesar de o espaço não abundar, não o é assim tanto, e revela-se, ao mesmo tempo, acolhedor e aconchegante. Nos lugares dianteiros circula-se devidamente, mas nos traseiros poderá depender. Ou seja, se forem dois adultos de, por exemplo, 1,80m, sobrará pouco espaço para as pernas para quem circule atrás. Do mesmo se pode ‘sofrer’, nos lugares traseiros, ao nível do espaço para a cabeça. A visão proporcionada pelo óculo traseiro é ‘curta’, e basta ir alguém no lugar do meio para ficarmos facilmente privados dela. A bagageira com 341 / 1157 (c/ bancos traseiros rebatidos) serve também as necessidades.

O bancos, reguláveis em extensão, altura e inclinação na zona da dobra dos joelhos, são muto confortáveis e elegantes, com pespontos a branco a contrastar com o preto. Pespontos que também encontramos nas portas. O apoio de braço extensível faz descobrir um espaço generoso para a colocação de objetos com duas entradas USB. Há ainda um stick rotativo para aceder ao ecrã de 8” (opcional), que, ao surgir destacado no tablier, esteticamente não é o mais apelativo. Este permite-nos aceder às diversas funcionalidades de conectividade e infoentretenimento: rádio, telefone, informações do veículo, consumos, contactos, Mercedes connect me, ligação bluetooth, mensagens.

Já em termos de materiais, o interior é marcado pela elegância. Estes são um grande agrado, visual e ao toque, donde sobressaem os frisos cromados que dão um toque de gosto ao contrastarem com a tonalidade em preto do habitáculo. Sentimos que estamos num produto Mercedes em toda a linha.

Equipamento

Sistemas de Assistência à Condução e Segurança

O Mercedes Classe A 180 d FL surge bem equipado, trazendo de série: assistente de travagem ativo; airbag de joelho; cruise control; sistema de controlo de pressão dos pneus; suspensão comfort; attention assist; keylesse-go start; sistema eco start/stop; luzes de travão adaptativas; pack visibilidade; ABS; indicador dos intervalos de manutenção; intermitentes nos retrovisores; vidros térmicos; adaptative brake; indicador de temperatura exterior; sistema anti-resvalação na aceleração; ESP; avisador do desgaste das pastilhas; limpa pára-brisas traseiro automático e terceira luz de travão LED.

Equipamento Opcional

Neste particular destaque para: linha style 950€; linha urban 1300€; linha AMG Sport 2800€; pack alarme (sistema de alarme anti-roubo e proteção de habitáculo) 549€; pack bancos conforto 300€; pack exclusive (keyless-go start, bancos dianteiros aquecidos, ajuste lombar de 4 vias, forro do tejadilho em tecido preto) 2600€; BlueEfficiency edition (cx. manual de 6 vel. E suspensão conforto rebaixada) 500€; pack espelhos (retrovisores exteriores rebatíveis eletricamente e retrovisores exterior e interior com função anti-encadeamento) 400€; pack espaços de arrumação (rede porta-objetos nas costas dos bancos dianteiros, tomada de 12V no compartimento de carga, porta objetos debaixo do banco do condutor e caixa porta objetos debaixo do banco do acompanhante) 250€; vidros laterais traseiros e óculo traseiro escurecido 350€; teto de abrir panorâmico em vidro 1150€.

Consumos

É possível realizarmos consumos na casa dos 5l, num ritmo dentro da legalidade e moderado. Já se avivarmos mais as sensações ao volante, estes podem andar na casa dos 6,3 litros. Em condições normais de utilização, leia-se, sem preocupações de maior com este capítulo, mas também sem estarmos sempre a ver o que o motor pode dar, dificilmente teremos registos que suplantem os 6/7 litros. No global, conseguem-se bons consumos, dado termos um motor 1.5 litros a lidar com perto de 1400 kg de peso.

Ao volante

O Mercedes Classe A 180 d FL é um modelo que nos transmite a sensação de aconchego ao volante desde os primeiros metros. ‘Acomoda-nos’ os sentidos, fruto de um interior acolhedor, que por vezes, principalmente na zona do tejadilho, mais encurvado, estilo coupé, nos pode fazer sentir algo apertados, e pela estabilidade e conforto que nos proporciona.

Por partes. A suspensão lida muito bem com as irregularidades, trabalhando em sintonia com o chassis. Juntos proporcionam um comportamento estável, cómodo e seguro, independentemente do percurso ou ritmo imposto. Os travões estão no ponto do necessário, nem mais nem menos. A direção surpreende muito pela positiva quando no modo Sport, tornando-se muito direta, a pontos de dar mesmo o exemplo a alguns desportivos.

Apenas o motor diesel, na versão 1.5 litros de 109 cv, não acompanha o conjunto. Para um utilização quotidiana, a ritmos calmos e dentro da legalidade, como se exige, cumpre a sua função. No entanto, nota-se que toda a estrutura do classe A, ao nível dos demais orgãos mecânicos, ‘pede’ e pode com bem mais. Pacato a desenvolver ou em recuperações, é no modo Sport que mais agrada a sua utilização, sentindo-se naturalmente mais vivo, e amenizando a nossa necessidade de maior potência. Já no Eco e Comfort – há ainda o Individual – a resposta fica a saber a pouco, fazendo-nos querer um pouco mais de alma, mesmo para o quotidiano. Ainda assim, esta é praticamente uma proposta de entrada de gama. Por isso, não se lhe pode exigir tudo. A caixa manual de 6 velocidades manuseia-se com particular à vontade, sendo curto o percurso que temos que fazer para engrenar cada relação, o que facilita muito a tarefa de condução, principalmente em situações que a ela temos que recorrer com maior frequência.

O comportamento é muito seguro e percebemos que estamos num modelo familiar compacto oriundo da Mercedes. No lugar do condutor temos tudo à nossa disposição. O painel de instrumentos é muito completo, permitindo-nos aceder, através do volante multifunções, de boa pega, a vários indicadores, como consumos médios, distância percorrida, velocidade instantânea, contactos e telefone, navegação, ao nosso estilo de condução e também gerir os comandos através do alta voz. O fundo axadrezado, padrão que se estende ao tablier, dá-lhe um ar mais desportivo, e faz-nos idealizar estar ao volante de um seu irmão mais velho.

Concorrentes

Entre os concorrentes, nota para:

Audi A3 Sportback 1.6 TDI com 116 cv e caixa manual de 6 velocidades por 31.854€

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

BMW 116d com 116 cv e caixa manual de 6 velocidades por 32.020€

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

 

Volkswagen Golf 1.6 TDI com 115 cv e caixa manual de 5 velocidades por 29.887€.

(Veja o ensaio AQUI e conheça todas as versões e motorizações AQUI)

Motor

O Mercedes-Benz Classe A está disponível nas seguintes versões a diesel: A 160 d FL (90 cv); A 180 d FL (109 cv); A 200 d FL (136 cv); A 220 d FL (177 cv). Já a gasolina conta com: A 250 Sport FL (218 cv) e A45 4MATIC FL (381 cv). A diesel a versão de entrada é a A 160 d FL, com um preço de 27.949€. Já a gasolina temos a A 250 Sport FL por 47.949€.

Balanço final

O Mercedes Classe A 180 d FL é uma boa proposta para o dia a dia, com uma grande qualidade global no que oferece. Apenas a potência disponível pode fazer-nos desejar algo mais. Ainda assim, nada que comprometa as competências de um veículo que faz jus à marca que representa. Na despedida, deixa a saudade da satisfação.

Ficha técnica

Motor

Tipo – diesel, 4 cil. em linha, injeção direta, turbo de geometria variável, intercooler

Cilindrada (cm3) – 1461

Diâmetro x curso (mm) – 89,0 x 88,3

Taxa de compressão – 16,0:1

Potência máxima (cv/rpm) – 109/4000

Binário máximo (Nm/rpm) – 260/1750-2500

Transmissão e direcção – dianteira, transmissão manual de 6 velocidades; elétrica, pinhão cremalheira

Suspensão (fr/tr) – Tipo McPherson com molas helicoidais / Multi-link com molas helicoidais

Prestações e consumos

Aceleração 0-100 km/h (s) – 11,3s

Velocidade máxima (km/h) – 190 km/h

Consumos Extra-urb./urbano/misto (l/100 km) – 3,4/4,3/3,7

Emissões de CO2 (g/km) – 98

Dimensões e pesos 

Comp./largura/altura (mm) –  4299/1780/1433

Distância entre eixos (mm) – 2699

Largura de vias (fr/tr) (mm) – 1553/1552

Travões (fr/tr) – Discos ventilados/Discos

Peso (kg) – 1395

Capacidade da bagageira (l) – 341 / 1157 (c/ bancos traseiros rebatidos)

Capacidade do depósito (l) – 50

Pneus (fr/tr) – 225/45 R17

Preço da versão ensaiada (Euros): 29499€