Opel Insignia Grand Sport 1.6 TurboD – Ensaio

By on 10 Novembro, 2017

Opel Insignia Grand Sport 1.6 TurboD 136Cv Innovation

Texto: Francisco Mendes ([email protected])

Com design de referência ao estilo de um coupé e uma combinação de visual desportivo e aerodinâmica extraordinária, o  Insignia Grand Sport é uma aposta forte da Opel no conforto e elegância.

A segunda geração do Opel Insignia adota um formato esguio e alongado e o seu interior transborda de classe com linhas simples.

Com uma frente alongada, faróis rasgados e uma dupla asa a emoldurar o logótipo da marca, o Insignia aparece muito agradável á vista.

No seu conjunto, as formas suaves da carroçaria do Insignia Grand Sport constituem um contributo decisivo para o notável coeficiente aerodinâmico de 0.26, que torna o novo topo de gama da Opel num dos automóveis mais aerodinâmicos de sempre nesta classe de veículos.

A grelha proeminente e os faróis esguios sublinham a postura horizontal da secção dianteira, que lhe dá uma aparência destacada.

O dinamismo é também a tónica no design dos perfis laterais, com painéis de portas moldados com formas invulgarmente vincadas, as quais remetem, uma vez mais, para o protótipo Monza Concept.

Interior

Ao entrar no Insignia percebemos que a Opel deu grande atenção ao detalhe o que é patente nas superfícies suaves e materiais e acabamentos de alta qualidade dão o mote num ambiente que reflecte a filosofia de design da Opel “arte escultural aliada à precisão alemã”.

Os bancos são AGR e o condutor possui um maior número de regulações e mais amplas do que a versão anterior, e a posição baixa, do condutor por exemplo, ganha uns expressivos três centímetros no curso em altura. Na prática, isto integra melhor o condutor com o automóvel, o que proporciona uma experiência de condução mais envolvente e intensa.

A disposição dos comandos e do interface do infoentretenimento é bastante boa e o ‘head up display’ reforça o carácter digital da instrumentação, que conta ainda com um grande ecrã táctil sem moldura confere um toque de sofisticação ao tabliê.

Para simplificar a interacção do condutor com os diferentes sistemas, muitos dos comandos são controlados no ecrã. A consola central foi desenhada para ter três zonas funcionais independentes. De cima para baixo, surgem primeiro os comandos do sistema de informação e entretenimento, seguindo-se os da climatização e os dos equipamentos de assistência à condução.

Os passageiros dos bancos traseiros beneficiam da reformulação das proporções, ganhando espaço útil em comprimento e em largura. Da mesma maneira que o volume da bagageira salta aos olhos dos mais distraídos, podendo ir, no Grand Sport, de 490 a 1450 litros, consoante a posição dos bancos.

E para facilitar o acesso à bagageira, existe um comando eléctrico que pode ser operado, tanto para abrir como para fechar, com um simples movimento de pé sob o para-choques traseiro, sem que seja necessário tocar no automóvel ou recorrer ao comando à distância do fecho centralizado. O dispositivo consegue detectar obstruções, interrompendo a operação de abertura ou fecho para prevenir situações de risco.

Como se não bastasse a dimensão da bagageira e o espaço interior do novo Insignia, a Opel disponibiliza em opção um grande tejadilho panorâmico, com 1400 x 860 mm, que se estende até ao nível da cabeça dos ocupantes do banco traseiro.

Motorizações e versões disponíveis

A nova geração Insignia oferecerá à escolha uma gama alargada de eficientes transmissões e motores a gasolina e a gasóleo, todos com turbocompressor.

A gama de motores do novo Insignia Grand Sport inicia-se com um motor a gasolina 1.5 Turbo que surge em duas versões com patamares de potência distintos de 140 cv e 165 cv

Já a linha de motores Diesel integra o popular turbodiesel 1.6 de 110 cv e 136 cv (versão ensaiada). Já acima do 1.6 situa-se o turbodiesel 2.0 com 170 cv de potência, versão topo de gama de que vamos falar num outro ensaio.

Além das caixas de seis velocidades de comando manual, que são de série em todas as versões, o novo topo de gama propõe em opção uma transmissão automática de seis velocidades e uma novíssima caixa de oito velocidades.

Equipamento

O equipamento foi reforçado e o Insignia disponibiliza “head up display”, câmara de 360 graus que consiste em quatro câmaras, uma colocada em cada lado do automóvel que permitem obter imagens de todos os ângulos, facilitando as manobras de estacionamento e de baixa velocidade.

Para além disso contamos ainda com o regulador de velocidade adaptativo, avisador de transposição de faixa com correcção automática da direção, alerta para tráfego vindo de cruzamento pela traseira, luzes LED Matrix IntelliLux, enfim, muita tecnologia que ajuda na condução e no dia-a-dia. Naturalmente que o ONStar está disponível com um novo assistente pessoal, e o sistema de info entretenimento IntelliLink foi melhorado.

Alias o entretenimento é verdadeiramente de topo e máxima conectividade com o exterior, sendo assegurados pelos mais recentes sistemas IntelliLink, compatíveis com Apple CarPlay e Android Auto. Muitas funções do ‘smartphone’ são integradas no IntelliLink, ao mesmo tempo que a bateria do aparelho móvel pode ser carregada através de sistema sem fios.

Já o sistema Opel OnStar, pelo seu lado, faculta um ‘hotspot’ Wi-Fi 4G para ligação até sete dispositivos à Internet, ao mesmo tempo que garante variados serviços providenciados por operadores num centro de comando e operações, entre os quais a resposta automática em caso de acidente e a localização e bloqueio do veículo em situação de roubo. Com a nova geração Insignia tem lugar um novo serviço de “Assistente Pessoal” que permite aos utilizadores, por exemplo, solicitarem a reserva de hotéis e pedirem a identificação de parques de estacionamento junto dos operadores do centro OnStar.

Ao Volante

Sentados atrás do volante o Insignia GS 1.6 Turbo D de 136cv, sentimos de imediato que estamos ao comando de um carro que nos transmite uma enorme sensação de segurança e conforto.

A estabilidade é enorme, beneficiando da maior distância entre eixos e das vias mais largas 11 mm.

As 17 polegadas, ajudam ao conforto, mesmo nas estradas onde o alcatrão é mais degradado a travagem é muito eficaz e a caixa manual de seis velocidades é um verdadeiro mimo, bastante suave, precisa e capaz de corresponder e recuperar aceleração de forma verdadeiramente impressionante.

O facto de estarmos aos comandos de um carro com 4897 mm de comprimento, mais 55 mm do que a versão anterior, não preocupa, já que este Insígnia Grand Sport revela uma enorme aderência do eixo dianteiro, que beneficia a realização e curvas mais rápidas, realizadas com uma enorme suavidade.

Já em auto-estrada, Insígnia Grand Sport é um verdadeiro papa quilómetros, permitindo ao condutor uma enorme tranquilidade e segurança.

Veredicto

Com o Insignia GS 1.6 Turbo D de 136cv a Opel encontrou a fórmula de rivalizar como outras conhecidas marcas germânicas, aliando o conforto e a qualidade a um eficaz comportamento e consumo de um carro que tem tudo para suplantar o sucesso da primeira geração Insignia, eleita Carro do Ano europeu em 2009, e da qual foram produzidas mais de 950.000 unidades.

Ficha Técnica

Motor

Tipo – 4 cilindros em linha

Combustível – Gasóleo

Cilindrada (cm3) – 1598

Diâmetro x curso (mm) – 79,7 x 88,7

Potência máxima (cv) – 136/3500-4000 rpm

Binário máximo (Nm/rpm) – 320/-2000-2250 rpm

Transmissão, suspensão e travões

Caixa de velocidade – 6 vel. manual

Tracção  – Dianteira

Suspensão Frente  – Tipo McPherson

Suspensão Traseira – Eixo de torção

Travões Fr/TR – Discos ventilados/Discos

Prestações e consumos

Aceleração 0-100 km/h (s) – 10,5s

Velocidade máxima (km/h) – 211 km/h

Consumos Extra-urb./urbano/misto (l/100 km) – 3,9/5,1/4,3

Emissões de CO2 (g/km) – 114

Dimensões e pesos

Comp./largura/altura (mm) – 4897/2093/1455

Distância entre eixos (mm) – 2829

Largura de vias (fr/tr) (mm) – 1607/1610

Peso bruto (kg) – 2070

Capacidade da bagageira (l) – 490-1450

Capacidade do depósito (l) – 62