A história por trás de um dos Lamborghini mais arrojados de sempre, o Sterrato

By on 26 Novembro, 2022

A versão de todo-o-terreno do Lamborghini Huracán ficou mais conhecida por Sterrato. E agora que perto de conhecer a versão final, na Art Basel, em Miami Beach, a marca conta-nos a história por trás deste modelo.

Ainda é um pouco estranho imaginar um desportivo como o Lamborghini Huracán, em conjunto com suspensões de todo-o-terreno, uma altura mais elevada ao solo e suspensões reforçadas. Mas a marca de Sant’Agata Bolognese decidiu mesmo produzir esta ideia, primeiro numa espécie de laboratório sobre rodas para testar novas ideias. E depois como um modelo de produção que chegará ao mercado em 2023.

Tudo começou a partir de um dos primeiros protótipos do Huracán, o chassis número 53“, referiu Maurizio Reggiani, Vice-Presidente da Lamborghini Motorsport, e antigo CTO durante o desenvolvimento do Sterrato Concept. “A minha equipa trabalhou nesse automóvel para criar um laboratório sobre rodas, instalando soluções de todo-o-terreno para oferecer uma maior distância ao solo. A primeira vez que tive a oportunidade de conduzi-lo, imediatamente me dei conta do divertido que podia ser este inesperado conceito de superdesportivo. Depois de termos construído e desenvolvido um protótipo completo, o nosso conselho de administração também ficou convencido com a ideia, graças às emoções que despertou. Afinal de contas, o automóvel nasceu na Strada Bianca de Nardò, que é para o desenvolvimento da Lamborghini fora dos circuitos o que o ‘Inferno Verde’ de Nürburgring é para a competição“.

O Sterrato é um dos projetos mais próximos do meu coração“, comenta Rouven Mohr, Diretor Técnico da Automobili Lamborghini. “Teve início durante a minha primeira experiência profissional na Lamborghini, enquanto chefe de desenvolvimento de veículos. Estávamos a testar em Nardò, na ‘Strada Bianca’, e alguns de nós tivemos a ideia de conduzir, também, um Huracán antigo e modificado nesta pista de terra. À noite, após o primeiro teste, estava a jantar com Maurizio Reggiani e Mitja Borkert, e elaborámos sobre a ideia de criar um automóvel a meio caminho entre o Huracán e o Urus. O objetivo não era tanto criar um veículo de todo-o-terreno, mas antes um superdesportivo sem precedentes, para todas as condições de superfície. Pelo que construímos, de seguida, o protótipo, um automóvel verdadeiramente incrível: muito divertido de conduzir em estradas de terra, e com uma autêntica configuração de rali. Agora, estou orgulhoso por assistir ao nascimento da versão definitiva, que também fará os nossos clientes muito felizes“.

O conceito do Huracán Sterrato de 2019 combinava a potência do motor V10 de 5,2 litros com a versatilidade de um automóvel concebido para garantir a máxima diversão ao volante e para além do asfalto. O exterior deixava claro o espírito aventureiro do Sterrato, combinado com as caraterísticas típicas de um superdesportivo. Foi aumentada a distância ao solo, e melhorados os ângulos de ataque e de saída. A largura de vias foi aumentada em ambos os eixos: os pneus com flancos largos foram colocados no interior de guarda-lamas mais largos, com entradas de ar integradas, sendo que tudo isso contribui para a postura dominante e aventureira deste modelo.

Desenhar o protótipo do Huracán Sterrato foi divertido desde o primeiro momento: proporcionou-nos uma oportunidade única de superar fronteiras de uma nova forma, traduzindo o nosso ADN de design em proporções inesperadas“, afirmou Mitja Borkert, Chefe de Design da Lamborghini. “Internamente, pudemos tornar realidade este conceito, e demostrar não só quão genial e arrojada era a ideia, mas também o seu potencial para a produção. O nosso objetivo assumido era conceber algo claramente diferente, para pessoas ativas e desportivas, que buscam a diversão e querem conduzir mesmo para além das estradas e dos circuitos de competição. O Sterrato final é, em definitivo, um, Lamborghini, tal como o protótipo também foi, logo desde o primeiro vislumbre, enquanto, ao mesmo tempo, impulsiona a Lamborghini para um território novo e único“.

Os pneus mais largos, com flancos aumentados, foram especificamente desenvolvidos para melhorar a aderência e a absorção de impactos. Os largos e robustos tacos abertos nos ombros promoviam a autolimpeza das rodas e proporcionavam uma excelente aderência nas superfícies de terra, cum uma tração e uma travagem melhoradas, além de serem altamente resistentes aos danos. O fundo e o subchassis dianteiro do protótipo do Sterrato foram reforçados, com elementos em alumínio integrados, protegidos por uma antepara em alumínio, tendo o mesmo material sido utilizado para os reforços das saias laterais.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)