Acabou-se o Segway, pois a marca americana quer concentrar-se em “scooters”

By on 29 Junho, 2020

A Segway acabou com a produção do famoso transporte pessoal de duas rodas que foi inventado por Dean Kamen.

Lançado há quase duas décadas, o Segway foi um método de mobilidade pessoal que se destacava pelo preço elevado e pela sua utilização pelos seguranças dos centros comerciais.

O dia 15 de julho assinalará o fim da produção do Segway PT, o famoso modelo de duas rodas de utilização pessoal, que caiu em desuso e representou, apenas, 1,5% de faturação da Segway, em 2019. Os Segay SE-3 Patroller e o Segway Robotics Mobility Platform, também vão ser descontinuados, o que se traduzirá no despedimento de 21 pessoas.

O preço elevado, as avarias que se foram acumulando e os “desastres” com figuras públicas, acabaram por desgastar o Segway. Todos recordam, certamente, as quedas de Usain Bolt (2015), de George W.Busch (2003).

Depois, a chinesa Ninebot comprou parte da empresa, depois de ter sido processada como infratora de patente, pela Segway e nos últimos tempos têm estados dedicados à construção de scooters elétricas, que agora reforçam com o fim do Segway.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)