Eletrificação em Portugal: Elétricos e PHEV ganham força
Stellantis registou patente para recriar sons e sensações dos motores de combustão interna

ACEA prevê crescimento de 2.5% do mercado automóvel, com forte procura de elétricos

By on 30 Novembro, 2023

A Associação Europeia de Fabricantes de Automóveis (ACEA – European Automobile Manufacturers’ Association) prevê um crescimento de apenas 2.5% do mercado automóvel, mas ajudado por novos modelos mais acessíveis, a cota de veículos elétricos a bateria pode subir 20%. 

A projeção da ACEA demonstra uma desaceleração no mercado automóvel no próximo ano, uma vez que a associação que defende o setor na Europa previu um crescimento de 12% em 2023, caindo para os 2,5% em 2024. Hesitação dos consumidores e os preços elevados dos veículos são fatores apontados pela indústria para um crescimento tão baixo. 

No entanto, os veículos eléctricos a bateria (BEV) poderão ter um crescimento animador, podendo alcançar os 20% de cota no setor em 2024, um salto em relação aos 14-14,5% estimados para este ano. 

Durante a apresentação dos dados da projeção da associação que lidera, Luca de Meo assegurou que os modelos mais acessíveis que estão a ser lançados por vários construtores, terão efeito nessa subida acentuada da procura por elétricos. “Estamos a tentar aplicar grupos motopropulsores de veículos eléctricos em produtos que são mais comuns e que estão no centro do mercado”, afirmou de Meo.Os futuros veículos eléctricos como o Renault 5 E-Tech e o Renault Twingo, que deverá ser comercializado a partir de 20.000€, ou o recentemente revelado Citroën ë-C3, aquele que designa como o “primeiro automóvel 100% elétrico e acessível da Europa” com preços a partir de 23.300 Euros, serão argumentos para o aumento da cota dos elétricos no mercado automóvel.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)