Alpine marca pontos em Genebra

By on 8 Março, 2017

Um azul que não engana ninguém e que é sempre bem vindo. A Alpine revelou no Salão de Genebra o seu mais recente modelo, o A110. Um coupé de dois lugares e motor central traseiro que mantém as tónicas de leveza, agilidade e performance da marca. A comercialização está prevista para o final de 2017.

https://youtu.be/fvaYYY8qvn0

Mas para percebermos melhor o que este modelo tem para oferecer, vamos por partes:

Carroçaria

A carroçaria e o sub-chassis em alumínio do A110 são rebitados, colados e soldados de forma a obter-se uma estrutura simultaneamente rígida e leve.

O modelo tem um peso de 1080 kg, sem opcionais, e as seguintes medidas: comprimento: 4178 mm; largura: 1798 mm; e altura: 1252 mm. Já a repartição de massas é de 56 % na traseira, com o motor em posição central-traseira, 44 % na frente, com o depósito de gasolina instalado atrás do eixo dianteiro.

Motorização

O Alpine A110 está equipado com um motor turbocomprimido de injeção direta de 4 cilindros, 1.8 litros desenvolvido pela Aliança Renault-Nissan. Debita uma potência de 252 cv e um binário máximo de 320 Nm. Dado o seu peso de 1080 kg, a relação peso/potência é de 4,3 kg/cv, que se traduz numa aceleração dos 0 aos 100 km/h de 4,5s. Este motor está associado a uma caixa de velocidades DCT Getrag de embraiagem húmida de 7 relações.

Os diferentes modos de condução – Normal; Sport; Track – modificam as parametrizações do motor e da caixa de velocidades, do ESP, da direção e da sonoridade do escape. A visualização no ecrã TFT de 10 polegadas também se altera consoante o modo de condução selecionado.

Génese competitiva

Esta versão específica foi concebida em parceria entre os engenheiros da Alpine e da Renault Sport, com os seguintes componentes feitos por medida: admissão de ar; turbocompressor; escape; e cartografia.

O modelo tem um fundo plano integral e um difusor que são opções técnicas provenientes da competição. O difusor, dotado de aletas, gera uma zona de baixa pressão que faz baixar o automóvel quando há perda de motricidade. O A110 é o único automóvel da sua categoria capaz de atingir 250 km/h sem aileron, nem spoiler. Conta com travões Brembo, e jantes de 18 polegadas Otto Fuchs. Já a Sabelt a desenvolveu um banco monoestrutura que pesa apenas 13,1 kg, sem comprometer o conforto.

Design

Na dianteira, encontramos uma assinatura luminosa que integra 4 faróis diurnos (DRL) independentes e uma nervura central do capot. Na traseira, as luzes compactas de LED são em forma de X e integram os piscas, reforçam o look moderno do conjunto, enquanto o óculo traseiro faz recordar os primeiros Alpine. No interior, o design é minimalista. O acesso ao cockpit foi estudado para facilitar a utilização diária do A110 e o espaço disponível a bordo permite receber praticamente todas as morfologias.

 

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)