Baterias dos Nissan Leaf ganham segunda vida

By on 19 Março, 2021

A Nissan decidiu dar uma segunda vida às baterias do Leaf. Para tal, os AGV, transportadores robóticos que entregam as peças aos trabalhadores numa fábrica, utilizam-nas de modo a poupar tempo e melhorar a eficiência de trabalho das fábricas. A título de curiosidade, na fábrica da Nissan, em Oppama, a sul de Tóquio, existem mais de 700 AGV e se olharmos para as fábricas de automóveis da Nissan em todo o mundo encontramos mais de 4.000 AGV a trabalhar.

A Nissan foi pioneira em proporcionar uma nova vida às baterias dos automóveis elétricos para alimentar os seus AGV. Já não sendo suficientemente potentes para fazerem funcionar um automóvel, essas baterias estão ainda em perfeitas condições para alimentarem uma máquina que anda às voltas numa fábrica, tornando a eletrificação da mobilidade uma proposta ainda mais sustentável.

“Os nossos clientes também beneficiam. Quando as baterias usadas dos automóveis elétricos se tornam mais valiosas, os preços de retoma aumentam”, afirma Masashi Matsumoto, que promove o desenvolvimento de AGV no Centro de Desenvolvimento e Investigação de Tecnologia para a Produção da Nissan. «Com mais formas de utilizar as baterias, o valor residual global do LEAF aumentou”.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)