BMW está interessada em comprar fábrica de Swindon que a Honda vai abandonar

By on 27 Março, 2019

Em contraciclo com o que tem estado a suceder ou dispondo de informação privilegiada, a BMW parece estar interessada em comprar a fábrica da Honda em Swindon.

Segundos fontes referidas pela revista inglesa Autocar, a BMW estaria interessada em comprar a fábrica de Swindon, propriedade da Honda, quando a casa japonesa abandonar a unidade de produção em 2021. Este alegado interesse do construtor alemão surge na sequência do sucesso obtido pelo X1 no mercado europeu e pela falta de capacidade da fábrica da Mini em Oxford.

O sucesso do X1 mede-se pelo facto de um em cada 10 BMW vendidos, é um X1. Por via disso, a produção do modelo teve de ser incrementada, surgindo esta oportunidade dourada de ficar com uma fábrica perfeitamente funcional e com uma interessante capacidade instalada, já para não falar do sempre cobiçado sistema de produção japonês ali instalado.

Outra razão que permite concluir que este seria um belo negócio, é a produção do Mini. O carro é feito com a plataforma UKL1 com motores transversais, em Oxford, recebe os motores vindos de Hams Hall, perto de Birmingham e os painéis da carroçaria chegam de uma prensa localizada próximo de Swindon. Além desta polvilhada rede de montagem do Mini, a BMW contratou a VDL Nedcar, na Holanda, para servir a procura pelo Mini, incapaz de ser satisfeita pela fábrica de Oxford. Mas também aí as coisas não estão fáceis, já que em 2017 foram produzidas 169 mil unidades, mas em 2018 já ultrapassaram as 200 mil devido ao X1. Está esgotada a capacidade da NedCar. Com a muita procura do X1, há a necessidade de procurar outro local.

E tudo aponta que seja mesmo a fábrica de Swindon a ser a escolhida, pois no sítio de internet da VDL NedCar, há um texto que diz serem as encomendas da BMW menores em 2020 e nos anos seguintes, sabendo-se que forma dispensados um milhar de colaboradores. Por outro lado, a BMW já conseguiu autorização para alargar a prensa localizada próximo de Swindon e sabe-se, por outras fontes, que a BMW está a preparar uma reorganização das duas unidades de produção.

Recordar que a BMW vendeu cerca de 688 mil unidades baseadas na plataforma UKL1 (Série 1, Série 2, Mini, X1 e X2) e relocalizar tudo isto numa só zona (a fabrica de Swindon e a de Oxford dão conta do eecado) faz todo o sentido em termos financeiros, mesmo com a ameaça do Brexit a pairar.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)