Bugatti celebra 30º aniversário do EB 110 em antiga fábrica

By on 22 Setembro, 2021

No dia 15 de setembro de 1991 a Bugatti entrou na nova era dos supercarros com o lançamento do EB 110.

A Bugatti decidiu celebrar o 30º aniversário do EB 110. Apresentado no dia 15 de setembro de 1991, este modelo marcou o início de uma nova era de supercarros na marca de Molsheim. Equipado com o motor V12 sobrealimentado por quatro turbos, o EB 110 debita, dependendo da versão, potências entre os 560 e os 610 cv. Apesar de ser um valor banal para os desportivos da atualidade, há 30 anos era uma verdadeira loucura, comprovada pelos números.

Criado sob a liderança de Romano Artioli, o Bugatti EB110 foi o primeiro carro de produção em série a ser feito de carbono, segundo a própria marca, e o monocoque pesava apenas 125 kg. A carroçaria recorreu ainda a alumínio entre outros materiais, enquanto as jantes foram fundidas em magnésio e os parafusos feitos de titânio. De um modo geral, a marca de Molsheim não deixou escapar um único detalhe neste superdesportivo. 

Depois de quatro anos de produção, a Bugatti faliu e, em 1998, foi adquirida pelo Grupo Volkswagen. Durante este período de produção, foram construídos 96 exemplares do EB110 GT e 40 do mais leve e potente EB110 Super Sport. Perante tamanha raridade, não é de estranhar que já tenhamos assistido a unidades do EB110 serem vendidas por mais de 2 milhões de euros em leilão. Hoje faz parte da chamada “trilogia da Bugatti moderna” ao lado do Veyron e Chiron.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)