Bugatti mostra quatro Divo personalizados por clientes endinheirados

By on 7 Maio, 2020

O Divo já não é barato com uma etiqueta de preço de 5 milhões de euros, só há 40 unidades, mas muitos acabaram personalizados.

Com clientes dispostos a pagar este dinheiro por um carro, a personalização é absouta e como dos Laure Beneteau, responsável pelas vendas da Bugatti, “o Divo é um sonho e estamos prontos para, virtualmente, cumprir todas as solicitações que possamos receber.”

Como as opções são, praticamente ilimitadas, há uma equipa especializada para que os clientes tornem os seus carros nos automóveis de sonho que o muito dinheiro que gastam pode oferecer. Cada cliente terá a ajuda de um designer e de um engenheiro para configurar o veículo.

“Muitos clientes sabem o que querem, mas também temos clientes que querem a nossa ajuda e com os quais trabalhamos e damos sugestões” refere Anne Beynat, coordenadora de vendas da Bugatti. Muitos dos clientes Bugatti requerem muita personalização pois pretendem um carro único, pedindo para incuir brasões de família, bandeiras nacionais ou os logos das suas empresas ou pessoais (estrelas do desporto ou entretenimento) e há ainda os que querem o interior forrado em pele igual à cor dos seus sapatos preferidos ou da mala da esposa. Há, apenas, uma limitação. “Qualquer pedido de personalização que coloque em causa a segurança oferecida pelo carro e a modificação do logótipo da Bugatti” lembra Anne Beynat.

No caso do Divo, foi tudo mais simples pois a maioria dos clientes já tinham um Chiron, pelo que o processo estava apreendido. Mas há várias novidades pois a Bugatti sabia que para o Divo alguns clientes seriam mais extremistas e quereriam algo ainda mais único. Mesmo que a personalização atrase a entrega do carro alguns meses. Desenvolver uma tinta nova pode levar quatro meses, um novo revestimento em pele demorar mais de 9 meses e até um ano para um interior em carbono. Um cliente trabalhou de forma próxima com a Bugatti durante mais de um ano para personalizar o seu Divo, estando ainda há espera da entrega do seu carro.

A Bugatti revelou quatro modelos Divo personalizados por clientes, todos diferentes, mesmo não sendo os mais extravagantes que foram encomendados. Como diz Stephan Winkelmann, CEO da Bugatti, “o Divo é absolutamente único e a mais elevada forma de luxo”. O motor 8 litros W16 debita 1500 CV e chega aos 380 km/h custando mais de 5 milhões de euros.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)