Carlos Tavares alerta que eletrificação traz “50% de custos adicionais” face a um veículo convencional

By on 3 Dezembro, 2021

Carlos Tavares, CEO do Grupo Stellantis, alertou em conferência dos principais problemas relacionados com a eletrificação acelerada da indústria automóvel.

No passado dia 1 de dezembro, Carlos Tavares, CEO do Grupo Stellantis, falou na conferência “Reuters Next” sobre temas relacionados com a indústria automóvel, com especial ênfase para a eletrificação. Numa altura em que a União Europeia pressiona os governos a “apertar” as medidas contra os combustíveis fósseis e motores a combustão, Tavares alerta para as dificuldades que isto está a causar aos fabricantes de automóveis.

“O que foi decidido foi impor a eletrificação à indústria automóvel, algo que traz 50% de custos adicionais face a um veículo convencional [combustão]. Não há forma de transferir 50% de custos adicionais ao consumidor final, porque a maior parte da classe média não consegue pagar”, disse Carlos Tavares.

O líder do Grupo Stellantis não esquece que esta eletrificação acelerada não dá tempo para os fabricantes desenvolverem da melhor forma a tecnologia elétrica, algo que poderá dar origem a problemas de qualidade. “Vai ser contraproducente. Vai dar origem a problemas de qualidade. Vai dar origem a todo o tipo de problemas”, referiu o português.

Todos os custos adicionais da eletrificação, em conjunto com outras crises como a dos semicondutores, que têm abrandado gravemente a entrega de veículos, poderão ter repercussões, em muitos casos, irreversíveis. “O futuro vai dizer-nos se vamos ser capazes de digerir isto, e quem vai cair. Estamos a meter a indústria nos limites”, alerta Tavares.

Fonte: Reuters

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)