Centenário do primeiro Eifelrundfahrt vai contar com a presença da Opel

By on 11 Julho, 2022

Será já no fim-de-semana de 16 e 17 de julho que se vai realizar a edição dos 100 anos do Eifelrundfahrt (Eifel Tour), a exigente prova de 33 quilómetros nas montanhas Eifel.

Há precisamente 100 anos, a primeira edição do Eifelrundfahrt teve lugar nas montanhas Eifel e a Opel esteve presente. E agora, depois de 100 anos, o Burgring Nideggen Eifel Classic Club vai celebrar este aniversário com um Revival.

A Opel será uma das marcas que volta a marcar presença, mostrando a sua moto de corrida de pista de 1922, mas também o carro de competição Gran Prix de 1913. Além disso, quem vier assistir a este evento, poderá também conhecer de perto a versão de competição do Opel e-Corsa Rally, totalmente elétrico, com 136 cavalos de potência e 260 Nm de binário.

A maioria das pessoas conhece o desporto motorizado nas montanhas Eifel devido ao traçado “Nordschleife” do circuito de Nürburgring. No “Inferno Verde”, condutores e equipas tiveram de provar as suas capacidades ao longo de muitas décadas até aos dias de hoje. Mas as primeiras corridas, então conhecidas como “Eifelrundfahrt”, tiveram lugar num percurso de estrada de 33 quilómetros à volta de Nideggen e a Opel estava lá quando a bandeira caiu pela primeira vez.

Fritz von Opel, neto do fundador da empresa e mais tarde conhecido como “Raketen-Fritz” (Fritz, o rocketman), participou na competição com uma máquina desenvolvida para pistas rápidas em cimento. A sua conceção foi pensada para uma máxima redução de peso e foi visionária naquela época. Não dispunha de travões, suspensão, caixa de velocidades e embraiagem. Já o cárter e os pistões eram feitos de magnésio.

O motor de competição, de apenas um cilindro, a quatro tempos e com quatro válvulas, arrefecido a água, com 198 cc de cilindrada e dupla ignição, produzia 5,5 cv às 4.000 rpm. O “red racer” pesava apenas 69,5 quilos e atingia uma velocidade máxima de quase 100 km/h. A máquina de corridas totalmente restaurada será uma das principais atrações no aniversário do “Eifelrundfahrt” na cidade histórica de Nideggen.

Também em exposição no Revival “Eifelrennen” está o automóvel de competição Opel Grand Prix de 1913. Até mesmo antes da Primeira Guerra Mundial, a Opel desenvolveu uma nova geração de máquinas para o “Grand Prix de France”, uma competição precursora das corridas de Fórmula 1 atuais. Também aqui, o seu design leve era a principal prioridade. Além disso, com um motor de quatro cilindros e 16 válvulas, foi utilizada a mais moderna tecnologia ao nível de motores. Com 110 cv de potência, o motor de 3.790 cc propulsionou-o a uma velocidade máxima de 170 km/h!

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)