CEO da Lamborghini refere que “capacidade de produção” em 2021 está quase esgotada

By on 11 Junho, 2021

Se quer comprar e receber um Lamborghini em 2021 deve apressar-se. Isto porque, segundo Stephan Winkelmann, CEO da Lamborghini, a marca italiana já esgotou 10 meses da capacidade de produção do presente ano. Este fenómeno deve-se ao “forte crescimento” em 2021, muito por culpa do regresso à normalidade após um longo período de confinamento. Neste momento, a gama da Lamborghini é composta pelos Aventador e Huracan, mas o grande impulsionador de vendas é o SUV Urus.

Recentemente, a marca italiana anunciou o seu plano de eletrificação para os próximos anos. Relativamente ao caminho a percorrer, o plano é feito em três fases. A primeira, pensada para o presente ano e para o próximo, remete para uma celebração dos motores a combustão. Ou seja, vão ser apresentados modelos de homenagem ao recente período de sucesso contínuo da empresa e, para tal, serão revelados dois novos carros com motor V12 já em 2021.

A segunda fase, que pretende estar concluída até 2024, remete para a transição híbrida. Para tal, em 2023 a Lamborghini vai lançar o primeiro carro híbrido de produção em série e, no ano seguinte, toda a gama vai ser eletrificada. Com esta medida, a marca pretende reduzir as emissões CO2 em 50% até ao princípio de 2025. De modo a realizar esta transição, a Lamborghini vai investir mais de 1.5 mil milhões de euros em quatro anos.

Por fim, a terceira fase, pensada para a segunda metade da década, passa pelo lançamento do primeiro 100% elétrico da Lamborghini. Este será o quarto modelo da gama e vai ter um papel importante sem fugir ao ADN da marca.

Fonte: Automotive News Europe

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)