Comprou um Porsche 911 Turbo com um cheque… impresso em casa!!!

By on 5 Agosto, 2020

Casey William Kelly, um cidadão norte americano de 42 anos, habitante na Flórida, foi a um concessionário Porsche e passou um cheque de 139,203.05 dólares para comprar um 911 Turbo.

E então, o que há aqui de errado?! Bom, o cheque era uma impressão feita em casa pelo referido cidadão, ou seja, era falso! Mas foi aceite como bom no concessionário e o burlão saiu do concessionário, no dia 27 de julho, ao volante de um belo Porsche 911 Turbo!!!

Claro que quando chegou ao banco, se verificou que era um cheque de “borracha”, ou seja, mal tocou o balcão começou aos saltos e o concessionário teve de dar o carro como roubado. 

O problema de Casey William Kelly, é que não soube parar, pois no dia 28 de julho usou outro cheque de “borracha” numa joalharia no valor de 61,521 dólares para comprar três Rolex. Mas aqui, o joelheiro foi mais cauteloso e reteve os relógios até saber se o cheque era bom. Claro que o banco recusou o pagamento do cheque e o joalheiro fez queixa na polícia, que acabou por prender o falsário no dia 29 de julho.

Confessou que tinha impresso o cheque em casa e acabou na prisão. Se impressiona o facto de alguém ter o nervo para imprimir cheques em casa, ficamos boquiabertos perante um concessionário Porsche entregar as chaves de um 911 Turbo sem antes verificar se o cheque era verdadeiro ou não!

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)