Conduzimos o renovado Opel Grandland

By on 20 Outubro, 2021

O renovado Opel Grandland já está disponível para encomenda com as primeiras unidades previstas para março de 2022. O preço arranca nos 32 395€.

A Opel decidiu renovar o Grandland, o modelo topo da gama SUV da marca alemã do Grupo Stellantis. Esta geração que se encontra no mercado desde 2017, e que contabiliza 300 mil unidades vendidas, recebe agora argumentos estéticos e tecnológicos semelhantes aos mais pequenos Mokka e Grandland. De facto, começando pelo exterior, somos brindados com uma nova secção dianteira com o característico Opel Vizor que confere uma “cara” mais moderna ao SUV. Destaque ainda para a inclusão de faróis LED em todas as versões, com as mais equipadas a receberem os denominados IntelliLux LED, uma tecnologia que recorre a 168 elementos LED, 84 por farol. Na traseira conta com farolins e tampa da bagageira redesenhada. De um modo geral, a Opel conseguiu uniformizar o “trio de ataque” SUV no que diz respeito a design, principalmente na secção dianteira.

Interior “à Mokka”

Ao abrir da porta, o renovado Opel Grandland está, igualmente, bastante distinto. Apesar de se tratar de uma renovação, a marca alemã fez vários reajustes, desde logo pelo design do tablier. Este apresenta o novo Pure Panel, ou seja, a junção do painel de instrumentos digital com o ecrã central, ambos direcionados para o condutor. Esta renovação aproximou também o Grandland aos “primos” do Grupo Stellantis e, por isso, encontramos pequenos detalhes que também podem ser vistos em modelos da Peugeot, como é o caso do botão de seleção de modos de condução ou a alavanca da caixa de velocidades. Relativamente a habitabilidade, é possível transportar dois adultos com conforto nos bancos traseiros e a bagageira garante 514 litros das variantes a combustão, valor esse que desce para os 390 litros nas versões PHEV.

Conduzimos o Hybrid4

Durante a apresentação nacional do Opel Grandland, tivemos a possibilidade de fazer-nos à estrada ao volante da versão Hybrid4, a topo de gama do modelo. Esta variante une o motor 1.6 litros turbo a gasolina a dois motores elétricos e garante uma potência combinada de 300 cv e 520 Nm de binário. Num percurso marcado por um misto entre autoestrada e estrada nacional, o Opel Grandland Hybrid4 mostrou um conforto satisfatório, muito por culpa de uma afinação de suspensão suave.

Com uma autonomia anunciada balizada entre os 55 e os 65 km, a variante Hybrid4 tem capacidade para realizar grande parte das viagens diárias das famílias portuguesas sem que o motor a combustão entre em ação. Durante este primeiro contacto ficámos com a perceção de que é possível percorrer distâncias próximas das anunciadas, porém, teremos de fazer um ensaio mais completo para tirar todas as dúvidas.

No capítulo dinâmico, o Grandland Hybrid4 não quer ser um desportivo, apesar de ter potência para o ser. Em circuitos mais sinuosos existe algum adornar de carroçaria, um dado que prejudica ligeiramente a aderência ao asfalto. De destacar pela positiva a direção precisa e direta, principalmente no modo de condução mais desportivo.

Motores para todos os gostos

Para além do já mencionado Hybrid4, a gama Grandland é ainda composta por outra solução PHEV. Falamos do Hybrid que “perde” um motor elétrico, enquanto o 1.6 litros a combustão passa de 200 cv do Hybrid4 para 180 cv. Com isto, a potência combinada é de 225 cv e 360 Nm de binário.

A gasolina os clientes vão encontrar o bloco três cilindros de 1.2 litros Turbo de 130 cv e 230 Nm de binário, solução esta que poderá estar acoplada a uma transmissão manual de seis velocidades ou automática de 8 velocidades. O Diesel continua presente e a ser representado pelo quatro cilindros de 1.5 litros turbo de 130 cv e 300 Nm de binário. Esta motorização é sempre associada à transmissão automática de oito velocidades.

Já disponível para encomenda

Por fim, o renovado Opel Grandland já está disponível para encomenda em Portugal, com as primeiras unidades a chegarem aos primeiros clientes em março de 2022. A gama é composta por quatro níveis de equipamento – Business, GS Line, Elegance e Ultimate -, e os preços arrancam nos 32 395€ (1.2 Turbo Business) ou 46 485€ nas versões PHEV (Hybrid Business).

Conheça os preços do renovado Opel Grandland

Gasolina:

1.2 Turbo 130 cv Business (manual) – 32 395€

1.2 Turbo 130 cv Business (auto.) – 34 395€

1.2 Turbo 130 cv GS Line (manual) – 34 395€

1.2 Turbo 130 cv GS Line (auto.) – 36 395€

1.2 Turbo 130 cv Elegance (manual) – 35 895€

1.2 Turbo 130 cv Elegance (auto.) – 37 895€

1.2 Turbo 130 cv Ultimate (manual) – 36 895€

1.2 Turbo 130 cv Ultimate (auto.) – 38 895€

Diesel:

1.5 Turbo D 130 cv Business (auto.) – 37 395€

1.5 Turbo D 130 cv GS Line (auto.) – 38 395€

1.5 Turbo D 130 cv Elegance (auto.) – 39 895€

1.5 Turbo D 130 cv Ultimate (auto.) – 40 895€

PHEV:

Hybrid 225 cv Business – 46 485€

Hybrid 225 cv GS Line – 47 035€

Hybrid 225 cv Elegance – 48 385€

Hybrid 225 cv Ultimate – 52 465€

Hybrid4 300 cv Ultimate – 57 468€

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)