Depois do Fiesta é a vez do Focus receber o sistema híbrido suave da Ford

By on 22 Junho, 2020

Após oferecer ao Fiesta uma versão híbrida suave, a Ford continua a eletrificar a sua gama para cumprir as limitações de emissões de CO2, para já com mais uma variante híbrida suave com tecnologia de 48 volts.

A Ford vai descontinuar o motor 1.5 litros Ecoboost, dando espaço para o bloco 1.0 Ecoboost hibridizado acoplado, em exclusivo, com caixa manual de seis velocidades. O bloco será oferecido nas versões de 125 e 155 CV e graças a hibridização suave de 48 volts tem consumos de 4,1 l/100 km e 93 gr/km de CO2. Ou seja, diz a Ford, são menos 17% face ao bloco 1.5 Ecoboost.

O sistema da Ford é clássico: alternador com um motor de arranque/alternador que com a ajuda da energia reciclada da travagem e na desaceleração, carrega uma bateria de 48 volts de iões de lítio refrigerada a ar.

A gama do Focus mantém a oferta dos motores diesel 1.5 EcoBlue com 120 e o 2.0 litros EcoBlue 150 CV, disponíveis com caixa manual de seis ou automática de 8 velocidades. Haverá, ainda, um motor a gasolina com 1.0 litros Ecoboost com 125 CV com caixa manual de 6 ou automática de 8 velocidades.

A Ford aproveitou, com a introdução da hibridização, para oferecer um ecrã de 12,3 polegadas para o painel de instrumentos com cantos curvos e o Focus passa a ter o FordPass Connect, um modem proposto de série. O Ford Connect foi atualizado em termos tecnológicos com carregamento sem fios, sistema Sync3 com navegação, cruise control adaptativo, sensores dianteiros e traseiros e câmara de visão traseira. Os níveis de equipamento continuam os mesmos.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)