Diesel perde importância, veículos eletrificados ganham terreno na Europa em 2020

By on 5 Fevereiro, 2021

A Associação de Construtores Europeus de Automóveis (ACEA) revelou os números relacionados com o mercado automóvel em 2020 na Europa. Tal como seria de esperar, a pandemia de covid-19 teve um papel importante na queda de vendas não só em Portugal, mas também em todo o continente europeu. Segundo os dados da ACEA, em 2020 o mercado contraiu 23,7% para um total de 9,9 milhões de unidades vendidas, o que representa uma quebra de 3 milhões face a 2019. Contudo, a perda não prejudicou todos os tipos de combustível, bem pelo contrário.

Tal como mostram os números, os veículos híbridos representaram 11,9% do total de vendas de automóveis de passageiros da União Europeia, um crescimento face aos 5,7% de 2019. Já o segmento de híbridos plug-in e 100% elétricos cresceu de 3% em 2019 para 10,5%. Feitas as contas, os veículos eletrificados (mais os veículos de combustíveis alternativos), representaram na Europa 24,5% das vendas totais em 2020. Em sentido contrário, os convencionais Diesel e Gasolina estão a perder importância no mercado, com o Diesel a chegar aos 28% das vendas totais, muito perto de ser ultrapassado pelos veículos eletrificados, dado esse que deve acontecer já em 2021.

Portugal é o terceiro país da União Europeia em que o Diesel perde mais importância

Relativamente aos números em Portugal, a ACEA revela que em 2020 se venderam menos 46,6% veículos Diesel, quando comparado com 2019. Com estes números, somos o terceiro país da União Europeia com a queda mais acentuada de vendas de carros Diesel, só atrás da Suécia (-47,2%) e Países Baixos (-60,3%). Passando para a gasolina, o decréscimo é, igualmente, superior a 40% (-41,7%). Uma queda mais acentuada só existe na Grécia (-42,1%), Espanha (-44%), Hungria (-45,7%) e Croácia (-48,4%)

Portugueses compraram mais carros eletrificados

No que diz respeito a veículos eletrificados, os híbridos continuam a ser os mais procurados pelos portugueses. De facto, foram vendidos 11 902 veículos com este tipo de motorização, o que representa um aumento de 26,3% face a 2019. Porém, de referir que os híbridos plug-in deram um verdadeiro “salto” no que diz respeito a vendas e por muito pouco que não ultrapassaram os veículos híbridos. As 11 867 unidades vendidas representam um crescimento de 104,7% relativamente com os números de 2019. Por fim, os 100% elétricos também tiveram um aumento de procura mais contido em 2020 (13,5%) graças às 7830 unidades vendidas em 2020.

Fonte: ACEA

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)