Do 203 Familiale à 308 SW, 70 anos do formato break na Peugeot

By on 12 Agosto, 2021

A Peugeot apresentou, há algumas semanas, o Peugeot 308 SW. Com um design moderno, não renuncia aos valores e expectativas do segmento das breaks compactas, mantendo aquilo que sempre caraterizou o segmento: uma silhueta longa e, sobretudo, um grande volume de carga, já que tem um volume máximo de carga de 608 litros ou até 1.634 litros com o banco traseiro totalmente rebatido.
O 308 SW também se mostra prático, com um banco tripartido que pode ser rebatido a partir do porta bagagens através dos manípulos nos painéis laterais. A distância entre eixos foi aumentada em 55 milímetros relativamente à da berlina. Quer na carroçaria berlina, quer na versão SW, conta no interior com o já conhecido i-Cockpit, um visual semelhante aos mais recentes modelos da gama, que está ligeiramente mais alto quando comparado com a anterior geração. O volante de pequenas dimensões continua presente, mas com o novo logo ao centro.

70 anos do formato break
O nascimento da primeira carrinha Peugeot data de 1949, ano em que foi apresentado o 203 break. Nessa época, o segmento estava ainda numa fase embrionária e ninguém sabia se havia realmente um cliente certo para este tipo de veículo, no entanto os franceses disponibilizaram duas versões da sua carrinha: Familiale e Commerciale, de cariz mais profissional. 

Como este modelo foi bem recebido pelo mercado, a Peugeot lançou em 1956 o 403 break, modelo que foi, igualmente, disponibilizado em versões Familiale e Commerciale. Foi entretanto substituído em 1962 pelo 404 break, enquanto o modelo 203 break esperou até 1965 pelo aparecimento do 204.

Os Peugeot 304 e 504 break surgiram na década de 1970, os 305, 505 e 405 break na década de 1980 e os 306 e 406 SW foram introduzidos de seguida, na década de 1990. No início dos anos 2000, a marca francesa lançou duas propostas diferentes: o 206 SW, com uma dimensão particularmente pequena para uma carrinha, e o 307 SW, que herdava algumas das soluções vistas no segmento dos monovolumes.
As propostas SW da marca continuaram com o 308 e o 407, bem como as primeira e segunda gerações do Peugeot 508, até surgir agora o Peugeot 308 SW. 

As primeiras unidades do novo Peugeot 308 SW chegarão às estradas no início do próximo ano. A marca francesa propõe várias motorizações desde a fase de lançamento, incluindo dois propulsores híbridos plug-in, com 180 e 225 cavalos.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)