Dongfeng quer rever a sua posição no capital do PSA Group

By on 3 Abril, 2020

Os chineses da Dongfeng estão a rever a sua posição no capital da PSA Group, depois do valor em bolsa do grupo francês ter sofrido forte queda.

Depois do acordo para a fusão entre o PSA Group e a Fiat Chrysler Automobiles (FCA), a Dongfeng aceitou baixar para os 12,2% a sua percentagem no capital da PSA, vendendo 30,7 milhões de ações à PSA para suavizar o processo. O problema é que a percentagem da Dongfeng na PSA valia cerca de 680 milhões de euros e essa venda deixaria os chineses com apenas 4,5% do novo grupo a nascer da fusão PSA /FCA.

Por isso, um porta voz da Dongfeng referiu que “há possibilidades do plano de venda de ações seja alterado. Estamos a avaliar a situação. Claro que tudo isto está relacionado com a fusão da PSA com a FCA, por isso estamos em conversações com ambas as partes.”

Sabe-se que a Dongfeng e a PSA estavam a planear o corte de empregos na fábrica a Wuhan e reduzir o número de fábricas para tornar a “jojnt venture” mais rentável. Quanto á fusão entre a FCA e a PSA, deverá estar finalizada no final deste ano, início de 2021.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)