DS 3 perde o ‘Crossback’ mas ganha os traços mais modernos da marca

By on 26 Setembro, 2022

O mais pequeno dos modelos da marca de luxo francesa acaba de receber uma desejada renovação, que o deixa mais próximo dos modelos mais recentes da DS Automobiles.

Depois do DS 4 e do DS 7, é agora a vez do DS 3 receber algumas das novidades estilísticas que a marca francesa tem estado a integrar nos seus modelos e nada melhor do que aproveitar o início da semana da moda de Paris para o poder fazer com o máximo de elegância. Para isso, foi pedida ajuda a Andrea Brotschi, embaixadora da marca, que desvendou este modelo numa sessão fotográfica em que usou um vestido preto com uma cauda bastante longa e que ainda deu mais destaque à nova cor do DS 3, o Vermelho Diva.

Entre as diferenças mais óbvias está o novo desenho da secção dianteira, mais aproximado do DS 4 e do DS 7, com as luzes de condução diurna verticais e integradas na secção lateral do pára-choques dianteiro. A grelha dianteira também tem um novo desenho e as óticas incluem, de série, um sistema de iluminação em LED, ficando apenas o sistema DS Matrix LED Vision na lista de opcionais. Em conjunto com os novos pára-choques, o DS 3 oferece agora uma aerodinâmica mais cuidada, que é perfeita para a entrada em palco da nova versão totalmente elétrica E-Tense. Na secção traseira, é a nova assinatura “DS Automobiles” que se destaca. E claro, não faltam novos conjuntos de jantes ainda mais elegantes, com diâmetro de 17 e 18 polegadas e pneus altos, mas mais estreitos, também para ajudar na aerodinâmica.

A bordo, não é por se tratar do modelo de acesso à gama que o nível de atenção e cuidados se altera. Com o novo DS 3, o habitáculo também conta com novos materiais e com um ambiente mais luxuoso, que varia entre a versão mais desportiva, a Performance Line, ou a Opera, a mais elegante. Do equipamento de cada DS 3, podem fazer parte assentos com comando elétrico, aquecimento e massagens, mas também um sistema de infotainment que inclui, de série, o novo ecrã central tátil de alta-definição com 10,3 polegadas. Na versão base, com o nível Bastille, o equipamento já é bastante completo e inclui novos assentos e revestimentos.

A gama de motores inclui duas opções a gasolina, com 100 cavalos e caixa manual ou 130 cavalos com caixa automática. Além destes, está também presente um diesel BlueHDi de 130 cavalos com caixa automática e uma nova versão 100% elétrica com tecnologia inspirada na que a marca usa no campeonato de Fórmula E.

O sistema elétrico do novo DS 3 E-Tense tem então uma tensão de 400 Volts e inclui uma bateria de 54 kWh, destinada a alimentar o motor elétrico de 156 cavalos e 260 Nm de binário e a conseguir uma autonomia máxima em torno dos 400 quilómetros num percurso misto e cerca de 500 se a utilização for exclusivamente citadina. Para carregar o sistema, o novo DS 3 inclui um carregador que suporta potências em corrente contínua até 100 kW, o que se traduz num tempo de 25 minutos para passar a carga da bateria dos 0 aos 80%, e corrente alternada de 11 kW, necessitando de cinco horas para uma carga completa.

As encomendas do novo DS 3 começam no início de outubro e em simultâneo nas quatro DS Stores existentes em Portugal. Será possível optar por sete tons de carroçaria (opacos, metalizados e nacarados), com destaque para as duas novas cores que pode ver nas imagens, o Vermelho Diva, tonalidade tri-camada exclusiva para o novo DS 3, e o Lacquered Grey. E tudo isto, como habitual, pode ser combinado com o tejadilho em tom de contraste, nos tons Preto Perla ou o novo Cinzento Carat.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)