Elétricos podem ditar fim das carrinhas Mercedes

By on 9 Setembro, 2021

O mercado está mudar radicalmente e a entrada e força dos elétricos promove uma mudança de paradigma. O COO da Mercedes, Markus Schäfer explicou ao Autocar que o mercado está a encolher e que as carrinhas e os cabriolets serão cada vez menos procurados, o que levará a um desinvestimento da marca nessas versões.

O SUV e Crossover´s são cada vez mais desejados e representam uma fatia cada vez maior do mercado automóvel. Com o desenvolvimento de novas plataformas elétricas, que estão a exigir o investimento de milhões por parte das marcas, há segmentos que poderão ser descontinuados e as carrinhas, assim como os cabriolets deverão deixar de ser vistos nas estradas a médio prazo. Como representam uma fatia uma percentagem cada vez menor, as marcas não pretendem gastar dinheiro em plataformas que não darão o retorno desejado. No caso dos cabriolets o problema prende-se também com as baterias que se encontram no chão o carro, o que nos cabriolets se torna mais visível e os pode tornar esteticamente pouco atraentes, pois tornam-se inevitavelmente mais altos, o que não é o pretendido num veículo deste género. Assim, podermos ver cada vez menos versões deste género a saírem das fábricas da marca alemã, uma tendência que poderá estender-se a outros construtores.

Vivemos tempos de grandes mudanças e o mundo do automóvel vive essas mudanças a grande velocidade, pela exigência dos mercados e dos legisladores que pretendem acabar o mais depressa possível com os motores de combustão. Essa mudança poderá implicar a perda de versões que não há muitos anos eram até muito procuradas. Um sinal dos tempos.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)