Elon Musk conseguiu: a Tesla vai ter de lhe pagar mais 2.1 biliões de dólares… sim, 1,9 mil milhões de euros!

By on 23 Julho, 2020

Atingida uma capitalização da Tesla, em seis meses, superior a 100 milhões de dólares, Ekon Musk qualificou-se para receber uma compensação de 2,1 biliões de dólares, 1.9 mil milhões de euros!

O facto da valorização da Tesla ter atingido os 100 milhões de dólares foi o gatilho para que a segunda de 12 tranches de opções de compra que foi concedido a Elon Musk como parte do seu pacote de pagamento para comprar ações da Tesla a custo reduzido.

Contas feitas, cada tranche de opções de compra, uma vez investida, permite que Elon Musk compre 1.688.670 ações da Tesla ao preço estipulado de 350,02 dólares. Ora para chegar ao valor de 100 mil milhões de dólares de valorização bolsista da Tesla, cada ação teria de custar 539,46 dólares. O que significou, se não fosse outro o preço de cada papel, que Elon Musk encaixaria 189,44 dólares de lucro por cada ação, o que fazia esta primeira tranche oferecer um lucro de 320 milhões de dólares.

Felizmente para Musk, quando a primeira tranche foi desbloqueada, as ações valiam 809 dólares e o sul africano encaixou 780 milhões de dólares.

Obviamente que a Tesla blindou o acordo e Musk tem de ficar com as ações durante, pelo menos, cinco anos após a libertação da tranche, pelo que Musk ficaria mais rico, mas não em numerário.

Entretanto, Elon Musk alcançou mais um patamar dos objetivos para desbloquear cada uma das 12 tranches de opções de compra de ações da Tesla a 350 dólares cada uma. Como?

Porque apesar da Tesla ter perdido 3% do seu valor no último dias, a valorização da empresa está perto dos 300 mil milhões de dólares, sendo hoje a marca automóvel mais valiosa. Mas mais importante que isso é que nos últimos seis meses, a capitalização média subiu os importantes, para Musk, 50 mil milhões de dólares, para chegar a uma valorização sustentada de 150 mil milhões de dólares.

O suficiente para libertar a segunda tranche de opção de compra, uma vez mais, de 1.688.670 ações o valor de 350,02 dólares. Ora, como cada ação valia 1.594 dólares, na altura da libertação da tranche, Elon Musk tem, em mãos, 4,2 mil milhões de dólares, ou seja, 2,1 mil milhões de cada tranche. Como? Porque o acordo de compensação de Elon Musk diz que o sul africano não pode vender as ações durante cinco anos. Portanto, as ações que comprou na primeira tranche valorizaram dos 780 milhões, em maio, para 2,1 mil milhões em julho! Tudo graças a uma valorização das ações que já ultrapassou os 500%!

Quer isto dizer que nas duas tranches, Elon Musk tem em mãos um total de 4,2 mil milhões de dólares, 2,1 mil milhões de cada uma.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)