Está na hora de mudar de pneus? Saiba como verificar

By on 23 Agosto, 2021

Conheça alguns aspetos a ter em conta sobre o estado do piso dos pneus.

Os pneus são o único componente do veículo a tocar no solo e, exatamente por isso, é necessário ter os cuidados máximos com os mesmos. Se não tem a certeza se está na altura de os mudar, conheça alguns aspetos que deve ter em conta quando estiver a analisar o piso dos seus pneus.

Piso com menos de 1,6 mm

Começamos por um ponto que é obrigatório por lei. De facto, o piso dos pneus deve ter, pelo menos, 1.6 mm de profundidade na circunferência do pneu. Para o testar existe um medidor próprio, contudo, pode medir a profundidade de outras formas, como por exemplo, com uma moeda. A Goodyear aconselha ainda que, para aqueles que o decidam fazer em casa, que façam a medição da parte exterior e interior de cada pneu.

Desgaste irregular do pneu

Nem todos os pneus desgastam à mesma velocidade e cada veículo tem as suas características. Por exemplo, se tiver um veículo de tração dianteira, os pneus dianteiros têm a tendência a desgastarem-se de forma mais acelerada, não só pelo peso superior a que estão submetidos (motor), mas também por serem os pneus responsáveis pela tração. Contudo, o desgaste também pode variar entre pneu esquerdo e direito. Neste último caso, deverá dirigir-se a uma oficina porque pode indicar que o carro está desalinhado ou com algum problema noutro componente. De relembrar que não é possível substituir apenas um pneu, terá sempre de os fazer aos pares (dois da frente, ou dois de trás) ou então os quatro.

De referir ainda que, se o seu pneu estiver a desgastar apenas ao centro, poderá ter os mesmos com demasiada pressão. É aconselhável que veja a pressão recomendável para os pneus em questão (pode ser visto no manual do veículo) e retirar alguma da pressão extra. Por outro lado, se tiver a gastar em demasia nas laterais do pneu, deverá significar que está com ar a menos nos pneus. Relembramos que deve verificar a pressão dos pneus pelo menos uma vez por mês.

Pregos, parafusos e afins

Outro detalhe que deve ter em conta é possíveis furos. Em alguns casos, pregos, parafusos ou objetos que possam danificar a borracha ficam presos ao pneu, levando a que o ar saia de forma lenta. Enquanto alguns furos são reparáveis, outros obrigam à substituição dos pneus. Seja como for, não deve retirar o objeto em questão, porque assim iria perder todo o ar do pneu, deve apenas dirigir-se à oficina.

Fonte: Goodyear

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)