O que fazer para evitar adormecer ao volante

By on 6 Janeiro, 2018

O inverno chegou. Com ele o frio e os dias em que a noite ocupa mais horas que o dia. Pormenores que podem parecer insignificantes, mas que fazem a diferença ao volante, contribuindo para a necessidade de haver uma ainda maior atenção de quem segue no lugar do condutor. Por outro lado, as exigências desta época levam a que o sono também possa despertar mais cedo. Basta, por exemplo, o frio obrigar a ligar o ar condicionado, e o calor no interior do veículo nos poder provocar relaxamento e sonolência ao volante. Algo que pode parecer um pormenor, mas que acontece. Nesse sentido, deixamos algumas dicas do que fazer para evitar adormecer enquanto conduz. Conheça-as percorrendo a galeria em cima ou vendo os tópicos em baixo.

André Duarte

Alimentação: não devemos comer em exagero antes de viagens longas, porque tal influi na moleza do nosso corpo e na possibilidade de o sono eclodir;

Ambiente envolvente: é importante ter um habitáculo arejado e se o sono começar a principiar, se necessário, abrir um pouco os vidros ou colocar o ar condicionado no frio; pode parecer um flagelo, mas a sensação de desconforto irá ser um grande aliado no combate ao sono;

Música: é sempre uma boa companheira e por vezes o volume ligeiramente mais alto que o habitual ajuda-nos a estar mais despertos;

Paragens: é o conselho ‘clássico’, parar com frequência ajuda o corpo a revigorar e a ‘combater’ o sono, ajudando-nos a ficar mais despertos;

Percurso: percursos tendencialmente monótonos, como de autoestrada, são mais propícios a que o sono possa aparecer; trajetos mais encadeados podem não ser tão agradáveis, mas vão obrigar-nos a estar mais despertos e atentos à condução, porque nos mantêm mais ‘entretidos’, logo mais concentrados, evitando assim a possibilidade do sono surgir;

Posição de condução: seguirmos muito confortáveis e relaxados nem sempre pode ser a melhor opção, porque pode ser a simbiose perfeita para amolecermos e adormecermos; por vezes colocarmos o corpo numa posição mais reta e mantermos uma postura mais hirta ajuda a não cedermos ao sono;

Velocidade: alternar a velocidade de circulação e, muitos vezes, proceder à troca de relações, obriga-nos a estar mais atentos e focados na condução, obrigando, assim, o cérebro a estar mais ativo;

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!