Executivos da Renault estão em “layoff” devido ao Covid-19

By on 31 Março, 2020

A marca francesa vai aderir ao plano do Governo francês para combater a crise económica que está a abater-se sobre a Europa devido ao Covid-19.

Segundo o plano, muito idêntico ao português, as empresas que coloquem os seus funcionários em “lay off”, recebem ajuda direta do Estado para receberem dois terços do seu salário. 

A partir do início desta semana, os executivos da Renault vão trabalhar a partir de casa da parte da manhã, trabalhando a meio tempo, qualificando-se, assim para receber o apoio estatal. A sede da empresa em Boulogne-Billancourt e o principal centro técnico da marca, estarão neste registo até nova ordem.

Serão poucos os que manterão os seus empregos a tempo inteiro, apenas os necessários para assegurar atividades chave, tal como a segurança, manutenção e comunicações. Esta medida de “LayOff” abrangerá, na sede da Renault entre 1500 a 2 mil pessoas. Nas fábricas francesas, todos os funcionários permanecerão em casa a gozar férias antecipadas, folgas e prémios.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)