Fenómeno SUV. Aston Martin DBX representa 55% das vendas da marca no primeiro trimestre

By on 7 Maio, 2021

A Aston Martin foi uma das últimas marcas a aderir à moda SUV. Isto porque, a marca britânica queria continuar a dar aos clientes carros emocionantes e desportivos. Contudo, é quase impossível evitar o “fenómeno SUV”, uma carroçaria que domina, por larga margem, o número de vendas a nível mundial. Segundo a Reuters, a Aston Martin já está a beneficiar da aposta no Aston Martin DBX, o primeiro SUV de sempre da gama. No primeiro trimestre de 2021, só este modelo representa 55% das vendas da marca.

As 1353 unidades entregues durante os primeiros três meses do ano representam um crescimento de 153% face a igual período no ano passado. Apesar do crescimento, a Aston Martin continua com um prejuízo de 42,2 milhões de libras, cerca de 48,6 milhões de euros. Ainda assim, não deixa de ser uma melhoria face ao prejuízo de 110,1 milhões de libras (126,7 milhões de euros) no primeiro trimestre de 2020.

“Estou satisfeito com o nosso desempenho nos três primeiros meses do ano, ao apresentarmos resultados alinhados com as nossas expectativas de crescimento e progresso no caminho para uma maior lucratividade”, refere Tomias Moers à Reuters. “Estamos animados com o crescimento dos pedidos de GT /Sport e DBX, o que proporciona uma boa visibilidade”, acrescentou.

Fonte: Reuters

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)