Ferrari Daytona SP3, o novo superdesportivo inspirado nos modelos de competição dos anos 60

By on 22 Novembro, 2021

O Ferrari Daytona SP3 vai ter uma produção limitada a 599 unidades, todas elas já compradas. O superdesportivo está equipado com o motor V12 mais potente de sempre da marca italiana.

A Ferrari apresentou o novo Daytona SP3, o superdesportivo limitado que faz parte da série “Icona”. Para quem não sabe, tal como SP1 e SP2, este novo modelo tem como principal objetivo recriar modelos que se tornaram icónicos para a marca italiana. No caso do Daytona SP3, a inspiração foi retirada dos sport-protótipos dos anos 60, onde as linhas musculadas andam de “mãos dadas” com a aerodinâmica. Com uma dianteira extremamente agressiva, o SP3 destaca-se pelas cavas de rodas mais pronunciadas. Atrás o superdesportivo é inspirado no 330 P4, ao apresentar várias lâminas instaladas na vertical que são acompanhadas por duas ponteiras de escape ao centro. Outros detalhes inspirados na herança histórica da marca italiana é a inclusão de portas de abertura diagonal, bem como, a possibilidade de remover o tejadilho.

Motor V12 mais potente de sempre da Ferrari

Um dos grandes destaques do novo Ferrari Daytona SP3 é o motor. De facto, o fabricante italiano não poupou esforços e instalou o motor V12 mais potente de sempre da Ferrari. Falamos do V12 atmosférico de 6.5 litros que debita 840 cv e 697 Nm de binário às 9700 rpm. Este é o mesmo utilizado no 812 Competizione, porém, graças a alguns ajustes, nomeadamente um novo sistema de escape e admissão, o SP3 é um pouco mais potente. Com estes argumentos, o SP3 acelera dos 0 aos 100 km/h em 2,85 segundos, enquanto a velocidade máxima é superior a 340 km/h.

Aerodinâmica em grande plano

Mais do que motor, o Ferrari Daytona SP3 é uma verdadeira máquina de condução. Perante isto, não é de estranhar que a marca italiana tenha recorrido à experiência de competição, com destaque para a criação de um chassis com recurso a materiais compósitos derivados da tecnologia de Fórmula 1. A título de curiosidade, no SP3 os bancos fazem parte do chassis, algo que permite oferecer uma posição de condução bem ao estilo da competição. Para além disso, o Ferrari Daytona SP3 “nasce” com o cunho de carro com maior eficiência aerodinâmica sem recurso a componentes ativos alguma vez produzido pela Ferrari.

Interior focado na performance

Ao abrir a porta deparamo-nos com uma configuração de dois lugares e uma filosofia minimalista. Os dois bancos desportivos contam com cintos de cinco pontos, bancos esses que não podem ser mexidos. O condutor só pode ajustar a distância da caixa dos pedais.

Por fim, a Ferrari já mencionou que só vai produzir um total de 599 unidades do Daytona SP3. Se está interessado, saiba que, infelizmente todas elas já têm novo dono. O preço começa nos 2 milhões de euros em Itália (já com impostos), e todas as unidades deverão ser entregues nos últimos trimestres de 2022, 2023 e 2024.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)