Fiat homenageada pela sua vitória no primeiro Grande Prémio de Itália

By on 2 Outubro, 2022

Durante as comemorações do centenário do Circuito de Monza, a Fiat recebeu um troféu por ter sido a marca vitoriosa no primeiro Grande Prémio de Itália ali disputado.

O Circuito de Monza é um dos mais conhecidos do planeta. Mas o que muitos não sabem é que este é o terceiro mais antigo circuito do mundo ainda em utilização e a mais antiga pista da Europa. E uma vez que estamos a falar em antiguidade, é o momento perfeito para referir que este Circuito de Monza está a comemorar este ano o seu primeiro centenário.

É um incrível marco histórico e que foi comemorado em grande no mesmo fim de semana em que aqui se realizou o 88º Grande Prémio de Itália, no passado dia 11 de setembro. Entre os vários eventos programados para estas festividades, destaque para a entrega de um troféu simbólico à marca Fiat, pelo facto de ter sido esta a marca a conquistar a vitória no primeiro Grande Prémio de Itália, realizado neste circuito em 1922.

O primeiro a passar a linha da meta foi Pietro Bordino, ao volante de um Fiat 804 equipado com um motor de seis cilindros e 95 cavalos de potência, acoplado a uma caixa manual de quatro velocidades. Conseguia alcançar uma velocidade máxima de 170 km/h e, segundo as informações disponíveis, estava longe de ser o automóvel mais simples de conduzir, devido aos seus singelos 650 quilos de peso e que, para esta prova, ainda viu a potência do motor aumentada para os 112 cavalos.

Para complementar esta data e este feito, os Correios Italianos (Poste Italiane) emitiram também um novo selo com uma obra do designer britânico Michael Turner, onde, num dos momentos da corrida, surge este Fiat 804 em primeiro plano, em aceleração pela reta da meta do traçado de Monza.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)