Fomos conhecer o novo Citroën C5X, o porta-estandarte da marca gaulesa

By on 3 Setembro, 2021

O Citroën C5X pretende “mexer” com o Segmento D ao apresentar-se com um modelo irreverente e com características de mais do que um tipo de carroçaria.

Se recuarmos na história, vemos que a Citroën era uma marca com grande procura no segmento D, contudo, nos anos mais recentes, a marca gaulesa tem estado afastada deste tipo de mercado, ausência essa que vai acabar com o novo C5X. O novo porta-estandarte da Citroën chega com irreverência, tecnologia de ponta e, como é característico de todos os modelos da marca, conforto.

Ao olharmos para a carroçaria vemos que o principal objetivo não passa por ter um modelo para um tipo de cliente, mas sim para vários. Isto porque, é uma espécie de mistura de características tudo numa só carroçaria. De facto, o C5X apresenta elementos de berlina, mas também de um SUV ou até de uma carrinha. Para além da marca francesa pretender conseguir clientes que procuram berlinas ou carrinhas de segmento D, quer ainda “seduzir” clientes dos SUV de segmento C. Com um design irreverente e fora do comum, encontramos um capot alongado acompanhado por um estilo quase coupé, mas com proteções de carroçaria que garantem robustez tal como um SUV ou crossover.

Conforto e tecnologia

No habitáculo a filosofia de conforto tão enraizada na Citroën está presente. Neste capítulo o C5X conta com os já conhecidos bancos ergonómicos, algo que é apoiado por suspensões ativas com amortecimento progressivo hidráulico, acústica e isolamento do interior, habitabilidade, espaço a bordo, materiais e revestimento. Tudo foi pensado para garantir o maior conforto possível aos passageiros.

Relativamente a tecnologia, o Citroën C5X dispõe do melhor que a marca gaulesa tem disponível. O condutor tem à sua frente um painel de instrumentos digital de 10 polegadas que é acompanhado por um head-up display de grandes dimensões com uma imagem de 21 polegadas projetada no para-brisas. Ao centro do tablier surge um ecrã de 12 polegadas onde são transmitidas as informações do mais recente sistema de infotainment da marca. Um dos grandes destaques passa pelo My Citroën Drive Plus, uma tecnologia que conta com um assistente virtual que permite aceder às mais variadas funções através da voz. No capítulo da segurança, sendo o topo de gama da marca, não é de estranhar que conte com um conjunto bastante completo de assistentes. É o caso da função highway driver assist, rear cross traffic alert ou câmara de estacionamento 360º.

Motores a gasolina e híbridos

O Citroën C5X vai ter uma gama de motores composta por soluções a gasolina e híbrido plug-in. Começando pelo principal destaque, o PHEV, temos um motor 1.6 litros a gasolina, associado a um motor elétrico, que garante uma potência combinada de 225 cv e 360 Nm de binário. Apesar de ainda não haver um valor de autonomia final, a Citroën revela que a bateria de 12,4 kWh vai permitir percorrer, pelo menos, 50 quilómetros em modo 100% elétrico. A restante gama é composta pelos motores PureTech com 130 cv e 180 cv, ambos com caixa automática de oito velocidades.

Por fim, o Citroën C5X é desenvolvido em solo europeu, França, mas a produção do mesmo é feita na China. Esta solução tem como principal justificação a previsão de uma maior importância do mercado chinês no que a vendas diz respeito. O novo C5X deverá chegar a Portugal no início de 2022, com as encomendas a terem início ainda este mês.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)