Fomos conhecer o novo Mercedes EQS que chega a Portugal em outubro

By on 23 Julho, 2021

O Mercedes EQS é o primeiro modelo da família EQ construído de raiz e, para além de estrear o novo Hyperscreen MBUX, supera os 750 km de autonomia.

O Automais marcou presença na apresentação nacional do novo Mercedes EQS, o modelo elétrico topo de gama da família EQ. Para além disso, é também o primeiro EQ a ser construído de raiz e não uma adaptação de um modelo a combustão. Apesar de não termos tido, para já, a possibilidade de o conduzir, conhecemos todos os seus detalhes do exterior e interior.

Começando pelo design, a Mercedes alterou ligeiramente a filosofia de design. De facto, não tem um capot tão alongado com o Classe S, visto que não precisa do espaço para instalar os grandes motores a combustão. Este dado dá liberdade para criar um design completamente focado na aerodinâmica, dando um coeficiente aerodinâmico de 0.20 cd.

No EQS a Mercedes prescinde da grelha dianteira em detrimento de um painel. A unidade em exposição apresenta-o totalmente em preto, mas como pode ver na galeria, há uma personalização com um padrão com a icónica estrela da marca alemã. É também na dianteira que vemos os faróis interligados por uma faixa de luz.

Interior luxuoso e tecnológico

Ao abrir a portar rapidamente percebemos que estamos perante um carro de luxo da Mercedes. Tal como no Classe S, o espaço para os passageiros é avantajado e, para além disso, será também o “porta-estandarte” do novo Hyperscreen MBUX. Esta solução junta três ecrãs OLED num total de 141 cm de largura longo de todo o tablier. Este vai ser oferecido de série na versão 580, mas em opcional no 45 e o seu preço deverá rondar os 8000 euros. Este painel é extremamente completo e o passageiro dianteiro tem à sua frente toda as funcionalidades do veículo, sem que tenha de recorrer ao enorme ecrã central. De referir ainda que tanto a construção e os materiais utilizados são de muito boa qualidade.

Mais de 750 km de autonomia

Relativamente a motorizações, o Mercedes-Benz EQS vai ser comercializado em duas versões. A mais acessível, EQS 450+, está equipado apenas com um motor e garante 333 cv e 568 Nm de binário entregues às rodas traseiras. Este necessita de 6,3 segundos para acelerar dos 0 aos 100 km/h, com a velocidade máxima limitada a 210 km/h. Já o EQS 580 4MATIC, recebe dois motores elétricos, um por eixo, e debita 523 cv, algo que permite acelerar dos 0 aos 100 km/h em 4,3 segundos. Ao nível de bateria, o Mercedes-Benz EQS vai ter duas soluções: 90 ou 107,8 kWh. No caso da opção de maior capacidade é possível atingir uma autonomia máxima de 785 km (versão 450+). Por fim, a Mercedes avançou com uns preços estimados (ainda não são os finais) e 120 mil euros na versão 450+ e 146 mil euros no 580 4MATIC.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)