Guarda-redes do Génova deixa Ferrari 812 Superfast na lavagem e supercarro acaba destruído

By on 14 Janeiro, 2021

O ano de 2021 não começou a da melhor maneira para Federico Marchetti, guarda-redes do Génova, equipa que compete na Série A em Itália. Tudo começou quando o italiano decidiu deixar o seu Ferrari 812 Superfast na lavagem. Até aqui, tudo bem, uma prática comum para quem tem este tipo de veículos. No entanto, o pior ainda estava para vir. Isto porque, um funcionário da empresa em questão foi envolvido num acidente aparatoso que deixou o supercarro num estado lastimável.

Apesar de não sabermos as causas do acidente, ou o porquê do mesmo estar a conduzir um carro equipado com um motor V12 de 800 cavalos e que custa 350 mil euros, o certo é que o Ferrari ficou com a dianteira completamente destruída. Segundo consta, o supercarro embateu num total de cinco veículos. Infelizmente, mais do que estética, as fotos mostram que a força do acidente também danificou algumas partes mecânicas.

Por fim, Marchetti fez questão de salientar que ninguém tinha sido ferido no acidente. Apesar de não se saber ao certo o que vai acontecer ao 812 Superfast, o mais expectável é que vá direto para o ferro-velho e o guarda-redes, muito provavelmente, vai comprar um novo.  

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)