Guiámos o Renault Koleos

By on 24 Junho, 2017

João Tomé

Renault Koleos

Estivemos ao volante do novo Renault Koleos na Finlândia e ficámos surpreendidos pela elegância, espaço e capacidade todo o terreno. Um modelo totalmente diferente da 1ª geração.

O Renault Koleos chega já no final deste mês a Portugal, é um modelo totalmente diferente da primeira geração de 2008, que aposta na elegância e luxo como SUV do segmento D que (agora) é, no aumento do espaço e na capacidade todo o terreno. Daí que esteja disponível em versão 4×2 e 4×4 e ostente uma altura relativamente ao solo de 21 cm.

Se a geração anterior tinha linhas pouco consensuais e modernas e foi descontinuado em Portugal logo em 2011, o novo modelo surge no âmbito de uma dupla ofensiva da Renault: alargar a oferta nos populares SUV e aumentar também a sua oferta nos topos de gama.

Como já explicámos, além da Renault ficar com uma linha de SUV constituída pelo Captur e pelo Kadjar, agora ganha um topo de gama para a categoria com o Koleos, que não só tira inspiração estética da berlina e da carrinha Talisman, como também está no mesmo nível como topo de gama – neste patamar também está o Espace.

O aumento de tamanho, para os 4,67 metros de comprimento, permite que a bagageira ofereça 579 litros e há acionamento elétrico, já que pode ser aberta (e fechada) com a aproximação do pé por baixo do para-choques traseiro.

Em destaque está também o bom nível de insonorização e os bancos aquecidos em todos os bancos – algo raro – e um acesso facilitado pela amplitude de abertura das portas, uma das melhores da categoria: 70° nas portas dianteiras e 77° nas traseiras. O espaço interior é amplo, como seria de esperar, tendo espaço de referência para os joelhos e para os ombros – nos bancos traseiros não abunda espaço em altura.

O sistema multimédia R-Link 2 é o mesmo que já equipa o Talisman e o Espace e alia na perfeição um ecrã tátil ao estilo tablet com alguns botões que permitem controlar bem as operações, sem desviarmos em demasia a atenção da estrada (um problema comum com ecrãs táteis sem apoio de botões e ‘rodas’).

Motor 2.0 dCi, caixa X-Tronic

Pelas estradas calmas perto de Helsínquia, passando junto a florestas e lagos, que abundam na zona, pudemos testar dois motores. Além do único que vai para Portugal, o 2.0 dCi de 175 cv, conduzimos o 1.6 dCi que não vai chegar ao nosso país já que não teria hipótese em ser Classe 1, ao contrário do motor mais potente (será Classe 1 com via verde).

No caso do capaz e competente 2.0 dCi, vem com uma transmissão X-Tronic, que é uma adaptação de uma caixa CVT, de variação contínua, o que até permite uma condução suave quanto baste, mas não ajuda na hora de por à prova as acelerações e recuperações do Koleos que, ainda assim, são boas mas talvez não tão imediatas quanto podiam ser com caixa manual. Em Portugal não estará disponível a caixa manual, que nos pareceu aproveitar melhor as capacidades do motor. Os consumos pareceram razoáveis mas não conseguimos fazer os quilómetros suficientes para tirar uma conclusão nesse tema.

Apesar do tamanho que lhe dá solidez em marcha, o novo Koleos beneficia da plataforma e suspensão que também equipa o Nissan X-Trail e o Renault Kadjar, oscilando pouco em curva o que lhe dá uma dinâmica e agilidade surpreendentes. A nível de conforto, a suspensão absorve bem as irregularidades da estrada, mantendo um bom equilíbrio entre rigidez para as curvas e suavidade a passar pelos buracos.

Versão 4×4

A apresentação internacional do novo Koleos terminou com a passagem por uma pista de todo o terreno, no Premier Park, perto de Helsínquia, onde pudemos conduzir a versão 4×4. Os 21 cm de altura ao solo e ângulos de ataque de 19 graus e de saída de 26 são caraterísticas que ajudam a atravessar obstáculos mais complicados e pudemos comprovar isso não só a passar por pequenos cursos de água, como também por pisos em péssimo estado. É em zonas mais complicadas e íngremes como aquelas por onde passámos, que percebemos a eficácia do motor 2.0 dCi, quando o nível de exigência sobe.

 

Resumindo, o novo Koleos tem tudo para contar uma história bem diferente e mais próspera do que a primeira geração no concorrido mercados dos SUV e, embora só permita cinco ocupantes e só tenha um motor associado à caixa X-Tronic, tem argumentos sólidos para quer algum luxo e espaço no seu SUV.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)