Manutenção proativa do seu carro: Estratégias para reparações acessíveis e poupanças a longo prazo
ACEA, vendas na UE: gasolina sobe 5% e em Portugal elétricos crescem 119.5%

Há investimentos pequenos na manutenção do seu carro que podem evitar grandes problemas

By on 15 Junho, 2023

Todos sabemos da importância dos veículos que nos transportam no dia a dia e só de imaginar o transtorno que é deixar o carro no mecânico dá arrepios. Mais ainda, se juntarmos a isso a chegada da fatura de certos arranjos que se tornam num pequeno pesadelo. Mas há coisas que os condutores podem fazer para tentar evitar ao máximo esses problemas. Pequenos investimentos que podem poupar muito dinheiro no futuro.

O primeiro exemplo de pequenos investimentos que pode evitar grandes dores de cabeça é a anilha do bujão do cárter. Com um valor que varia entre 50 cêntimos e um euro, deve ser substituída a cada mudança de óleo. No entanto, se esta substituição for efetuada por um particular sem formação, pode dar origem a um problema grave: pode ficar com um aperto inadequado, podendo causar uma rutura no cárter, perda parcial ou total de óleo. Não sendo corrigido, o motor poderá sofrer problemas de lubrificação, podendo num caso extremo ter de ser substituído. Não podemos esquecer também do enorme dano ambiental que é ter óleo pelas vias. Estes trabalhos devem ser sempre realizados por um profissional, com formação adequada.

Nas viaturas a gasolina as velas de ignição são uma peça fulcral da manutenção preventiva. O investimento médio é de 10 a 20 euros por unidade, apesar de não causar uma avaria grave, pode em muitos casos ser sinónimo de uma chamada para o reboque, uma vez que o motor pode começar a trabalhar de forma irregular resultado por vezes em constantes solavancos. Dependendo do fabricante, recomenda-se a substituição entre os 50.000 e os 90.000 quilómetros.

O próximo pequeno investimento está relacionado com os pneus. São vários os avisos aos condutores para controlarem a pressão dos pneus, por questões de segurança e para evitar desgaste prematuro das borrachas. A substituição regular das válvulas dos pneus pode evitar a perda de pressão dos pneus, originando o desgaste prematuro dos mesmos. Em casos mais graves pode mesmo originar o rebentamento de um pneu e consequentemente um acidente. O valor é cerca de 2,5 euros por unidade se as válvulas forem convencionais.

Outro investimento bem-feito e relativamente barato é o da troca de escovas. Enfrentar dias de chuva com escovas longe do ideal pode ser a receita para o desastre, com a visibilidade reduzida se as escovas não desempenharem bem o seu papel. Com um investimento a partir de 15 euros, é indispensável substituí-las sempre que as escovas estejam rachadas ou se forem visíveis os primeiros sinais de desgaste. Não há nada mais caro do que ter um acidente.

Outra dica que pode poupar muito dinheiro é a ida ao mecânico quando notar algo diferente. Por exemplo, o aumento fora do normal da temperatura do motor deve ser investigado o quanto antes. Fica mais barato trocar uma bomba de água ou radiador do que a reparação de um motor. Assim, se notar algo diferente, ou um barulho estranho não perde nada informar-se com um mecânico. O seguro morreu de velho. Ter um mecânico de confiança é também importante, pois um técnico mal preparado pode cometer erros que podem ser onerosos.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)