Honda e Prototype estará em Genebra e á venda até final do ano

By on 27 Fevereiro, 2019

O protótipo que vai estar em Genebra estará muito perto do modelo que estará á venda antes do final deste ano e tem como missão oferecer ao mercado o “Apple factor” de sedução e desejo. 

Os responsáveis da Honda acreditam que o aspeto revivalista do Urban EV irá oferecer ao modelo a espécie de apelo que um produto Apple gera nos consumidores. Ousada ideia da Honda, mas depois do sucesso do Fiat 500 e do Mini, porque não a Honda desejar o mesmo sucesso?

Para já dizer que o modelo que vai estar em genebra é 95% igual ao carro que será apresentado dentro de pouco tempo. Quer isto dizer que recua no tempo até ao primeiro Civic, ganha duas portas desde que foi revelado no Salão de Frankfurt de 2017 e mantém o estilo simétrico da frente e da traseira. Rudo o resto é, realmente, muito mais próximo da unidade de produção.

A Honda só irá confirmar todos os detalhes do carro que, isso sabe-se, será mais curto que um Honda Jazz e terá uma altura superior a 10 cm face ao Mini, por exemplo. A motorização será elétrica, terá uma autonomia de 200 quilómetros e a possibilidade de carregar 80% da bateria em 30 minutos. Pode parecer pouca autonomia, face a modelos como o BMW i3 ou o Kia e-Niro, mas a Honda entende que para um veículo citadino de transporte pendular casa trabalho, os 200 quilómetros são mais que suficientes.

O modelo irá estrear a plataforma desenvolvida pela Honda para os segmentos A e B com motorização elétrica, alojando as baterias no fundo do carro tal como sucede com o Accord Plug In Hybrid vendido nos EUA. O ePrototype tem tração traseira pois o motor elétrico está lá colocado, mantendo essa característica no modelo de produção. O motor terá vectorização de binário para oferecer uma resposta mais suave do binário e mais segurança na condução.

Destaque no interior para os dois ecrãs de 12 polegadas sensíveis ao toque, englobados num tabliê de linhas retas, com imitação de madeira, num conjunto revivalista que oferece bancos forrados a poliéster, tendo a Honda escolhido este “layout” para que os utilizadores se sintam em casa quando dentro do e-Prototype. 

O carro será produzido no Japão e estará à venda em alguns mercados europeus ainda este ano, depois irá expandir-se para outros mercados europeus e fora do Velho Continente em 2020. Não se sabem preços do modelo, mas a Honda deseja ter um preço competitivo. Mesmo que Kohei Hitomi, responsável pelo projeto, lembre que “nem sempre um preço baixo é sinal de sucesso e basta olhar para os produtos da Apple, não são, de todo, baratos e, no entanto, todos o querem porque adicionam valor. Acreditamos que se passa o mesmo com os veículos elétricos.” 

Ou seja, não se espere que o Honda Urban EV ou como se chamar, venha barato como um Jazz…

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)