IAV declara-se culpada no âmbito do Dieselgate e paga 35 milhões de dólares de multa

By on 19 Dezembro, 2018

A empresa de engenharia alemã IAV GmbH – onde a Volkswagen detém 50% do capital, juntamente com a Continental (20%), a Schaeffler, Freudenberg e SABIC Plastics (10% cada) – aceitou declarar-se culpada de um crime de falsificação, nos EUA e pagar uma multa de 35 milhões de dólares, por envolvimento no Dieselgate.

Alegadamente, a IAV GmbH, sediada em Berlim, ajudou os engenheiros da VW a desenvolver o “software” necessário para alterar de forma temporária o desempenho dos motores diesel Gen1 da Volkswagen, desde 2009. Este “software” permitia á VW ultrapassar os testes rigorosos ás emissões de gases poluentes.

São três os crimes assumidos pela IAV, entre eles o de falsificação e o de violar o “Clean Air Act”, pelos quais vai pagar uma multa de 35 milhões de euros, determinada pelo facto, diz o coletivo de juízes, “da empresa não ser capaz de pagar uma multa de maior valor sem colocar em causa a sua viabilidade.” Recordamos que a VW pagou uma multa de 2.8 mil milhões de dólares em 2017.

Sobre o caso da IAV, o procurador Matthew Schneider referiu que “a IAV participou na fraude cometida pela VW face ás regras norte americanas sobre emissões poluentes, desiludindo os consumidores. Não vamos parar de investigar de forma agressiva todos os envolvidos nesta fraude ou em qualquer outra.”

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)