Infrações por excesso de velocidade aumentaram em 2020 com o Estado a arrecadar mais de 45 milhões de euros

By on 30 Março, 2021

Segundo o Relatório da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), em 2020, foram fiscalizados perto de 113 milhões de veículos. Isto representa um aumento de 19,4% face a 2019, onde se destaca o acréscimo de 23% da fiscalização automática através de radares SINCRO. Contudo, isto não significa que no total de todas as infrações o número também tenha aumentado, bem pelo contrário. De facto, os números da ANSR mostram um decréscimo de 6,9% comparativamente a 2019.

Contudo, há um tipo de infração que “foge à regra”. Apenas o excesso de velocidade evidenciou um aumento de 14,5%, num total de 764 565 condutores “apanhados”. Feitas as contas, se todos estes condutores tiverem recebido a coima mínima de 60 euros, algo que dificilmente acontece, o Estado arrecadou mais de 45.5 milhões de euros. Ainda assim, atendendo à taxa de infratores (n.º total de infrações/n.º total de veículos controlados), verificou-se um decréscimo de 4,5% em comparação com o ano anterior, tendo-se situado em 0,69% em 2020.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)