Já conduzimos o novo Dacia Spring, o carro elétrico mais acessível do mercado

By on 29 Abril, 2021

O Automais marcou presença na apresentação nacional do novo Dacia Spring, o primeiro modelo 100% elétrico da marca romena. Tal como é comum na Dacia, o principal objetivo deste novo modelo passa por garantir aos clientes uma solução racional para quem quer converte-se à eletrificação e, como tal, posiciona-se como o carro elétrico mais acessível do mercado, retirando esse título ao Renault Twingo.

Posicionando-se no segmento A, o Dacia Spring é um verdadeiro citadino, mas com características apreciadas pelos fãs de crossovers e SUV. Assim, destaca-se a altura ao solo de 151 mm, barras no tejadilho, soleiras das portas dianteiras reforçadas e ainda uma proteção inferior traseira. A secção dianteira tem um design em linha com o revelado no novo Sandero e uma personalidade muito própria. Destaque ainda para as luzes diurnas em LED com o novo formato em “Y”, enquanto atrás encontramos os novos farolins, igualmente, em LED.

Interior marcadamente Dacia

No interior, percebemos que, apesar de ser um citadino, tem espaço suficiente para transportar quatro passageiros adultos. A bagageira garante 290 litros, espaço esse que é acompanhado por uns adicionais 23 litros em compartimentos de arrumação.

Relativamente ao equipamento, aqui encontramos mudanças mediante a versão escolhida. Na versão Comfort Plus, a mais equipada do Spring, encontramos um ecrã central tátil de 7 polegadas com o sistema Media NAV que garante a conectividade ao smartphone através de Android Auto e Apple CarPlay, este último com compatibilidade sem fios. Na versão Comfort encontramos, apenas, um rádio DAB com Bluetooth e ligação USB.

Comum a todas as versões é a inclusão de um painel de instrumentos com um ecrã digital de 3,5 polegadas ao centro e a substituição do tradicional comando de caixa por uma roda com as diferentes posições: D (Drive, N (Neutro) e R (Marcha-atrás). De um modo geral, o habitáculo caracteriza-se por ser simples, mas fiel à filosofia da marca.

Pode parecer mentira, mas 44 cv chegam!

Passando para o motor do Dacia Spring, ficámos algo apreensivos quando percebemos que iria ter 44 cv, um valor de potência pouco usual para os dias de hoje. Contudo, o Spring é daqueles carros que temos de o conduzir para percebermos que está completamente ajustado a uma condução real. Isto porque, os 44 cv são acompanhados por 125 Nm de binário instantâneo. A título de comparação, o Peugeot 108 tem 93 Nm de binário apenas depois das 4000 rpm, ou seja, demora muito mais a desenvolver do que o novo Spring. De referir ainda que o Dacia Spring pesa apenas 970 kg.

O motor elétrico é alimentado por uma bateria de iões de lítico com 27,4 kWh de capacidade utilizável. Isto permite uma autonomia combinada de 230 km, valor esse que sobe para os 305 km em ciclo urbano. Isto torna-o bastante próximo dos valores praticados, por exemplo, pelo Fiat 500. Quando chega a altura de carregar, O Dacia permite carga rápida DC de 30 kW que vai dos 0 aos 80% de autonomia em 56 minutos. Com wallbox de 7,4 kW é possível seguir dos 0 aos 100% em menos de 5 horas, valor esse que sobe para as 8h28 com recurso a uma wallbox de 3,7 kW. Já na tomada normal de casa o tempo de carga passa para as 13h32.

Um citadino puro e ágil

Durante a apresentação tivemos a possibilidade de conduzir um pré-série da versão Business, dedicada a empresas. O percurso escolhido incluiu descidas, subidas, trajetos sinuosos e ainda um pouco de autoestrada. Durante este primeiro contacto percebemos que, numa utilização diária, tem argumentos mais do que suficiente para satisfazer as necessidades de vários condutores. Em cidade, as dimensões tornam-no num carro elétrico versátil, ajudado por um ângulo de viragem satisfatório. Em autoestrada percebemos que se sente em esforço para atingir os 120 km/h, um dado que se torna natural quando nos relembramos de que a velocidade máxima do Spring é 125 km/h. É também neste tipo de utilização que a autonomia sai mais prejudicada.

Graças ao peso inferior a 1000 kg, é um carro ágil e trajetos mais sinuosos, apesar de ter algumas características marcadamente Dacia como é o caso da direção bastante leve. Quanto a consumos, temos de esperar por um ensaio mais completo aqui no Automais para tirarmos as conclusões finais.

Tudo isto por menos de 17 mil euros

Por fim, o Dacia Spring vai ser comercializado nas versões Business (empresas), Comfort e Comfort Plus, com o preço a começar nos 16 800€ (Comfort), valor esse que sobe para os 18 300€ no Comfort Plus. Relativamente à versão Business ainda não há preço definido e, em 2022, chega a versão comercial de dois lugares, Cargo. Em suma, o Dacia Spring é uma aposta bastante interessante para quem procura um carro elétrico acessível e tem um preço totalmente ajustado ao consumidor português.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)