Jaguar Land Rover vai criar interiores sustentáveis com resíduos plásticos

By on 29 Setembro, 2020

A Jaguar Land Rover assume o compromisso de utilizar materiais reciclados nos seus veículos. Para tal, vão recorrer à fibra ECONYL, criada através de plástico industrial reciclado, restos de tecidos de fabricantes de produtos têxteis, redes de pesca da indústria piscatória e as que ficam abandonadas no mar. O objetivo é criar interiores sustentáveis, mas que mantenham o luxo que é reconhecido de ambas as marcas.

Esta matéria ECONYL tem as mesmas características químicas e funcionais de uma matéria-prima de origem fóssil. Assim, este fio vai ser utilizado para a produção de tapetes para os novos modelos do grupo JLR com o objetivo de utilizar mais materiais sustentáveis que respeiteim o meio ambiente.

«O trabalho dos nossos designers e engenheiros centra-se no desenvolvimento de novos materiais sustentáveis que irão integrar os futuros modelos da Jaguar e Land Rover. Um dos nossos objetivos principais é a criação de novos materiais sustentáveis utilizando as tecnologias e os têxteis mais inovadores e vanguardistas. Os pilares de nossa estratégia Destination Zero são a redução de resíduos e de emissões de carbono e a reutilização de materiais. Esta investigação pioneira sobre materiais tem uma importância chave para conseguir chegar à meta e é um componente fundamental do design que oferecemos aos nossos clientes», declarou Adrian Iles, engenheiro sénior na Jaguar Land Rover.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)