Jaguar XJS V12 vai competir na Rampa Histórica do Caramulo Motorfestival

By on 7 Setembro, 2023

André Castro Pinheiro vai levar o seu Jaguar XJS V12 ao Caramulo Motorfestival, que se realiza no próximo fim de semana, para competir na Rampa Histórica Michelin, na categoria de velocidade Speedmaster.

Não será a primeira presença do Jaguar XJS V12 no evento do Caramulo, uma vez que a estreia aconteceu em 202A. A participação deste ano foi assegurada pela parceria com a Chronoswiss, a marca de relógios suíços de alta gama. 

O carro inglês com motor de 12 cilindros em V com 5.3 litros de cilindrada e 300cv, que transmite a rotação às rodas traseiras, e o piloto arrancam na sexta-feira à tarde para as subidas de warm-up e participam sábado e domingo na Rampa Histórica Michelin, na categoria de velocidade Speedmaster. Tratar-se-á igualmente de um momento simbólico: a primeira vez que um Jaguar XJS V12 subiu a mítica rampa aconteceu há precisamente 40 anos, quando Francisco Sande e Castro fez furor ao participar com um automóvel idêntico na edição de 1983.

André Castro Pinheiro referiu que “estou com uma expectativa enorme de voltar ao Caramulo Motorfestival, pela óptima experiência de 2021 e porque conheço bem o carinho e profissionalismo que os seus responsáveis dedicam ao Museu e ao Motorfestival. Estreamos aqui a parceria com a marca suíça Chronoswiss, cujos princípios assentes na combinação de materiais e design modernos com as técnicas artesanais, criando uma adaptação moderna do ‘heritage’ relojoeiro, estão muito alinhados com a forma como encaramos este projeto”.

João Saraiva, da Importempo (entidade distribuidora da Chronoswiss em Portugal) afirmou que “desde os primórdios da engenharia automóvel que existe uma grande afinidade com a indústria relojoeira e a ligação da relojoaria mecânica aos automóveis clássicos faz ainda mais sentido nos dias que correm; um carro antigo proporciona a melhor das experiências de condução, enquanto um veículo moderno bloqueia as sensações que costumávamos ter porque não sentimos tanto a estrada e a qualidade de condução deixa de ser importante. Daí a nossa associação: o termo ‘clássico’ define valores intemporais e é uma designação que se aplica na perfeição a modelos que entraram para a lenda da indústria automóvel, tal como se aplica na perfeição a relógios mecânicos que se regem por princípios imunes às modas passageiras. Como os relógios Chronoswiss”.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)