Jantes dos modelos da BMW e Mini serão produzidas de forma mais sustentável

By on 11 Abril, 2022

O BMW Group avança mais um pouco rumo ao objetivo de se tornar num dos construtores mais sustentáveis da indústria automóvel.

A produção de jantes para automóveis tem representado cerca de 5% das emissões de CO2 de toda a rede de abastecimento de componentes. Mas agora, o BMW Group acaba de efetuar um acordo com todos os seus fornecedores, com o objetivo de otimizar este processo da melhor forma possível.

O principal ponto a melhorar está relacionado com a utilização de energia considerável, necessária para a eletrólise destinada à produção de alumínio e em todo o processo de fundição das jantes para os modelos da BMW e da Mini. Se a energia for proveniente de fontes sustentáveis, a redução de CO2 poderá chegar às 500 mil toneladas por ano.

Além disso, o alumínio é um dos materiais com boas propriedades em termos de reciclagem, tornando possível a utilização de jantes antigas, através da sua fundição e posterior utilização em novos componentes. E claro, mantendo sempre os requisitos de qualidade e segurança exigidos pelo BMW Group.

A Mini é a marca que vai estrear este conceito e a próxima geração do Countryman já contará com 70% de alumínio reciclado, numa produção efetuada com 100% de energia sustentável, o que contribui para uma redução na ordem dos 80% de CO2, se compararmos os novos processos de fabrico com os mais convencionais.

Em termos de contexto, o BMW Group refere que compra anualmente cerca de dez milhões de jantes aos seus fornecedores, sendo que 95% destas são produzidas em alumínio fundido.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)