Jeep Renegade terá híbrido Plug In em 2020

By on 9 Outubro, 2018

Após a morte inesperada de Sérgio Marchionne em julho, depois de complicações de uma cirurgia, Mike Manley assumiu os destinos da FCA, mas prometeu manter o curso dos acontecimentos desenhados pelo anterior CEO. E, por isso, a eletrificação vai continuar.

O primeiro modelo a receber uma motorização híbrida Plug In será o Jeep Renegade, iniciando desta forma a eletrificação da gama para cumprir as normas sobre emissões de CO2 para toda a gama. Em junho, Marchionne tnha referido que a FCA iria investir 9 mil milhões de euros em modelos elétricos e híbridos nos próximos cinco anos e assim conseguir estar dentro dos limites draconianos de CO2 propostos para o Velho Continente. Ao mesmo tempo, foi anunciado que até 2021, iriam acabar com as versões diesel.

O Renegade chegará ao mercado em 2020, será produzido na fábrica de Melfi, em Itália, one hoje já é produzido lado a lado com o 500X. Para a mecânica híbrida do Renegade, e depois de outros modelos, serão investidos 200 milhões de euros, contando já com a formação dos colaboradores e a modernização da fábrica.

Depois do Chrysler Pacifica híbrido Plug In e do Ram 1500 Pick Up “mild” híbrido, o Renegade será o primeiro da Jeep a receber esta tecnologia.

Recordamos que Sergio Marchionne recusou, durante anos, abraçar a eletrificação, pois defendia que só venderia modelos elétricos ou eletrificados quando o pudesse fazer com lucro. Ele que mandou produzir o Fiat 500e, mas pediu que não o comprassem, pois perdia muito dinheiro com cada modelo que vendia.

Ultimamente, percebeu, graças ao relativo sucesso da Tesla e pela necessidade de cumprir os limites de emissões, conformou-se a gastar dinheiro na eletrificação, não deixando de dizer que era o “investimento mais doloroso.”

Deixe um comentário

Please Login to comment